‘Experimentando Ciência’ recebe alunos de escola pública para atividades nos laboratórios

Sorry, this entry is only available in Brazilian Portuguese. For the sake of viewer convenience, the content is shown below in the alternative language. You may click the link to switch the active language.

Hoje (17), 39 alunos do 8º ano da EMEF Prof. Theófilo Benedito Ottoni vieram à FOUSP para realizar atividades nos espaços da faculdade. A visita foi organizada pelo Projeto Experimentando Ciência, responsável por trazer jovens do Ensino Fundamental II para os ambientes acadêmicos, a fim de proporcionar práticas pedagógicas que eles nem sempre têm na escola.

Divididos em quatro grupos, os estudantes foram direcionados aos laboratórios de Antropologia e Odontologia Forense, Imagem 3D, Patologia Molecular e Citologia para participar de oficinas básicas relacionadas à disciplina de Ciência do ensino básico.

A professora de ciência da EMEF, Sônia Tereza de Andrade, já acompanhou outra turma na visita do ano passado e afirma que a infraestrutura com a qual os jovens entram em contato é uma oportunidade única. “É muito importante que os alunos manuseiem instrumentos em laboratórios como estes. Na nossa escola não temos equipamentos assim. Aqui eles têm acesso ao conhecimento de uma forma mais prática e menos abstrata. É muito diferente da sala de aula”, afirma.

Alunos da EMEF Teófilo Benedito Otoni observando células no Laboratório de Microscopia

Formada em Biologia, a educadora conta que em 2016 as crianças que vieram se sentiram motivadas, e, inclusive, disseram que no futuro querem se tornar cientistas. “Eles se sentem outras pessoas ao conversarem com pesquisadores acadêmicos. É muito legal vê-los enxergando lá na frente o que ambicionam e podem ser”, aponta.

Vitor Costa, de 13 anos, compartilha da visão de sua professora. O estudante, que cogita aprender mais sobre biológicas, contou que o que mais lhe despertou atenção foi a Patologia, onde analisaram células da bochecha. “Aprendi muito e descobri coisas que eu nem sabia que existiam. Pretendo contar aos meus amigos o que me ensinaram aqui”, relata.

Todos os exercícios foram orientados por discentes da pós-graduação. No anfiteatro Prof. Dr. Myaki Issao, os jovens fizeram breves apresentações do que vivenciaram, contando com o apoio dos pós-graduandos e dos professores doutores Marcelo José Strazzeri Bönecker e Paulo Henrique Braz da Silva, que sanaram dúvidas e explicaram assuntos que não ficaram muito claros.

Os estudantes receberam certificados após a apresentações no anfiteatro

Com o intuito de estimular o interesse dos pequenos pelo mundo acadêmico, o Prof. Dr. Marcelo falou sobre a possibilidade de eles fazerem pesquisas nos programas de pré-iniciação científica da faculdade ao entrarem no ensino médio. Por fim, a equipe organizadora divulgou o perfil de Facebook do projeto, a fim dos alunos e educadores compartilharem as fotos que tiraram durante a visita.

Texto: Caio Nascimento | Fotos: Caio Nascimento, Sônia Tereza de Andrade e Fernanda Salineiro

 

Skip to content