Projeto “Experimentando Ciência” recebe a EMEF Desembargador Arthur Whitaker

Sorry, this entry is only available in Brazilian Portuguese. For the sake of viewer convenience, the content is shown below in the alternative language. You may click the link to switch the active language.

O Projeto “Experimentando Ciência”, desenvolvido pela Faculdade de Odontologia, recebeu hoje (04), na parte da manhã, estudantes do sexto ano do Ensino Fundamental da Escola Municipal Desembargador Arthur Whitaker, para oficinas de ciência que têm como propósito a diversificação das noções científicas dos alunos e a amplição da sua vivência e conhecimento.

Os estudantes foram recebidos no Auditório, onde assistiram a uma apresentação da Profa. Dra. Ana Estela Haddad e posteriormente se direcionaram para quatro laboratórios, em grupos já previamente separados.

Dentre os visitados estiveram o Laboratório de Antropologia e Odontologia Forense (OFLab), no qual os alunos, guiados pelo Prof. Dr. Rodolfo Melani, puderam entender a importância do reconhecimento forense e como os ossos e a mordida podem ser utilizados das mais diversas formas para favorecer investigações ou pesquisa. Já no Laboratório de Microscopia, o objetivo era utilizar a mucosa presente na boca, retirada a partir da raspagem, para realizar a diferenciação de células, além de aprender sobre citologia em geral e a utilização de microscópio.

Os alunos também acompanharam a retirada de DNA de uma banana e realizaram a degradação deste no Laboratório de Patologia Molecular, para aprender sobre suas características e funcionalidades, acompanhados pelo Prof. Dr. Fábio Daumas Nunes. Outro grupo visitou o Laboratório de Imagem em 3D (Labi-3D), liderado pelo Prof. Dr. Marcelo de Gusmão Paraíso Cavacanti, onde foram ensinados a analisar tomografias e para que se utilizam.

Após um intervalo de meia hora, todos os grupos foram novamente ao Auditório, uma vez que cada um deveria transmitir aos demais colegas o que lhes tinha sido apresentado durante as atividades, para poderem compartilhar aprendizados e entendê-los num contexto mais amplo. A experiência torna-se particularmente enriquecedora devido à parte experimental do projeto, o que faz os alunos fugirem do cotidiano teórico e pode despertar mais interesse em aspectos da ciência.

Texto e Fotos: Daniel Medina

 

 

 

Skip to content