(Português) Projeto Experimentando Ciência realiza reunião anual de finalização

Sorry, this entry is only available in Brazilian Portuguese. For the sake of viewer convenience, the content is shown below in the alternative language. You may click the link to switch the active language.

A organização do Projeto Experimentando Ciência, realizou ontem (23) uma reunião de finalização sobre as atividades do ano de 2017. Composto por professores da Faculdade e das escolas da rede pública que a visitaram, por pós-graduandos e alunos da graduação, o encontro fez um apanhado geral dos acontecimentos desse ano e a configuração do projeto para o ano que vem. Foram discutidas a estrutura do programa, seu conteúdo, as novas propostas e encaminhamento de tarefas.

Um ponto destacado desde o início foi a necessidade de uma maior informação sobre o que o programa consiste, tanto para alunos quanto para professores. Foi ressaltado que, por vezes, para os alunos, ao chegarem na Faculdade, as atividades costumam ser uma surpresa, sendo carregadas de muitas novidades. Por isso, sugeriu-se que fosse feita uma maior explicação prévia aos estudantes para que pudessem ter um aproveitamento mais rico da experiência. Nesse sentido, entendeu-se que também é necessário que os professores que os acompanham na sua visita façam uma maior explicação e atividade pré-encontro. Uma opção sugerida foi a realização de um vídeo institucional, que pudesse dialogar tanto com os professores quanto com seus estudantes, e descreve-se melhor a ideia do Experimentando Ciência e seu desenvolvimento. A proposta também seria favorável para fornecer um maior acolhimento por parte da FOUSP, sendo destacada a necessidade de uma maior apresentação da Faculdade de Odontologia e da Universidade de São Paulo no geral.

Tratando da possibilidade de ampliação do projeto, diversas possíveis ações foram apontadas. A entrada de alunos de Iniciação Científica foi uma possibilidade trazida, como forma de engajar uma maior quantidade de pessoas na iniciativa e de torná-la mais próxima de outras instâncias de aprendizado. Ao mesmo tempo, dentre outras sugestões, destacou-se a possibilidade de inserir mais uma atividade na programação do dia. A atenção foi destinada à higiene pessoal, lembrando a importância da lavagem das mãos ou da higiene bucal, por exemplo. Algo ressaltado pelo Prof. Dr. Marcelo Bonecker, foi o cuidado tido pela organização de não tornar o evento um “ensino sobre como escovar os dentes”. Segundo ele, a intenção era que, mesmo sendo na Faculdade de Odontologia, a atividade pudesse proporcionar diversidade de conhecimento aos visitantes. Ao mesmo tempo, a questão de logística e duração do programa também foi abordada, uma vez que o transporte dos alunos possui horário definido e sua chegada e saída da USP deve ser pontual. Por isso, orientou-se para a adição de uma dinâmica sobre higiene pessoal em alguma das atividades já existentes, a fim de aprofundar e expandir o conhecimento passado.

Outro aspecto envolvendo a logística do programa girou em torno da dinâmica de apresentação. Esse é o momento em que os alunos, após sua passagem pelos quatro laboratórios, se juntam para compartilhar experiências e explicar para colegas de atividades diferentes o que aprenderam. É um momento de troca e enriquecimento, mas foi questionada a sua eficiência devido à questão temporal e organizacional. Apontou-se a necessidade de preservar a liberdade de fala dos alunos, não direcionando as perguntas a serem feitas. Relembrando os encontros ao longo do ano, destacou-se que a divisão prévia de atividades entre alunos favorecia sua maior produtividade, ou seja: decidir quem vai escrever ou registrar em fotos era um estímulo para um maior engajamento. Por isso, foi sugerido que as atividades dos alunos fossem mais guiadas, mas sem permear sua liberdade de perguntar ou de participar da melhor forma que quisessem.

A finalização da reunião girou em torno da esquematização do cronograma para o ano que vem e a definição das escolas presentes, além da possível adição de alguma. Além disso, os representantes de cada uma realizaram um pequeno relato sobre a experiência. Nesse momento, foi apresentado um vídeo feito por alunos, em que apresentavam fotos do dia e entrevistavam os profissionais do laboratório, sendo uma gravação do programa Imprensa Jovem, presente nas escolas. Em seguida, todos os presentes manifestaram seus agradecimentos pelo ano de projeto, ressaltando o protagonismo das crianças que visitam a faculdade como ponto merecedor de maior destaque. A importância de um projeto como esse se vê no reflexo e na mudança de perspectiva que representa para os alunos que participam dele. Além de ser um aprofundamento científico, o dia mostra uma realidade de ensino diferente e a aproxima de estudantes para que a vejam de maneira atingível e palpável.

Skip to content