Odontologia da USP ocupa a 15º posição mundial no QS Ranking

É a melhor posição alcançada pela Universidade desde que o ranking começou a ser publicado

Prédio da Reitoria – Foto: Marcos Santos/USP Imagens

A USP é a 118ª melhor universidade do mundo, de acordo com o QS World University Ranking, divulgado no dia 6 de junho pela consultoria britânica especializada em ensino superior Quacquarelli Symonds. Subindo três posições em relação ao ano passado, essa é a melhor colocação alcançada pela Universidade desde que o ranking começou a ser publicado, em 2004.

Além da USP, outras 21 instituições brasileiras foram classificadas entre as melhores. A Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) ficou na 204ª posição, seguida da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), na 361ª, da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), na 464ª, e da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, na 491ª colocação.

No topo da lista está o Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT, na sigla em inglês) – que lidera o ranking pelo sétimo ano consecutivo –, seguido da Universidade de Stanford (2º), da Universidade de Harvard (3º) e do Instituto de Tecnologia da Califórnia (4º), todas instituições norte-americanas. A Universidade de Oxford, do Reino Unido, completa a relação das cinco melhores.

QS World University

Publicado desde 2004 pela Quacquarelli Symonds – organização internacional de pesquisa em educação, especializada em instituições de ensino superior –, o ranking avaliou mais de 4 mil universidades do mundo todo, de acordo com seis indicadores: reputação acadêmica, reputação entre empregadores, proporção de professor para estudante, citações científicas, número de estudantes estrangeiros e corpo docente internacional.

Em dois desses indicadores o desempenho da Universidade se destaca. No quesito Reputação acadêmica, que avalia a importância que a comunidade acadêmica global dá para o ensino, a pesquisa e o ambiente acadêmico de cada instituição, a Universidade atingiu a 49ª maior pontuação; já em Reputação entre empregadores, que reflete a opinião dos empregadores sobre a qualidade da formação profissional oferecida, a USP ficou na 73ª posição.

Além da classificação geral, a USP também sobressai nos rankings específicos da instituição. No QS World University Rankings by Subject, divulgado no dia 28 de fevereiro, a USP ficou entre as melhores universidades do mundo em 41 das 48 áreas de concentração avaliadas – e, em dez áreas, ela ficou entre as 50 melhores do mundo: Odontologia (15ª posição); Ciências do Esporte (20ª); Arquitetura (28ª); Arte & Design (31ª); Engenharia de Minérios e Minas (33ª); Agricultura e Silvicultura (36ª); Línguas Modernas (42ª); Antropologia (46ª); Ciência Veterinária (47ª); e Direito (50ª).