Especialistas em Saúde Pública reúnem-se na Faculdade em Prol dos Centros de Especialidade Odontológica

Desde 2009, o Ministério da Saúde (MS) avalia os serviços oferecidos, principalmente nas suas unidades básicas, por meio dos Programa de Acesso à Melhoria e Qualidade (PMAQ). Em 2018, há uma mudança de paradigmas e todos os Centros de Especialidades Odontológicas (CEO) serão apreciados, formando-se, pois, o PMAQ-CEO. Nos dias 01 e 02 de Outubro a FOUSP recebeu os coordenadores gerais, tal como os macrorregionais e estaduais e os avaliadores externos da região Sul e Sudeste, no Anfiteatro Myaki Issáo. Contando com grandes nomes da saúde coletiva, o encontro objetivou a elucidação do funcionamento do programa. Um curso de especialização para os pesquisadores in-loco, oportunidade de investigação, também, para os responsáveis, e evidência científica para a gestão do MS.

A Profa. Dra. Nicelma Figueiredo, da Universidade Federal do Pernambuco (UFPE), ministrou a palestra do dia primeiro, na qual esmiuçou o funcionamento de um programa de saúde bucal, bem como os objetivos e o funcionamento da pesquisa do PMAQ em si. Para tanto, destrinchou a fundo as relações de poder e gestão dentro do Ministério da Saúde com o objetivo de situar os presentes no funcionamento do SUS, e esclarecer as suas atuações.

A Professora incentivou os discentes do programa citando Margaret Whitehead; disse que a avaliação é um método efetivo de promover saúde, tanto como estar no consultório, ou em uma clínica, dado que é uma maneira de induzir processos de gestão. Ela buscou alguns exemplos na experiência que teve ao longo dos últimos anos com o Grupo GestBucal, onde definiram a linha de base do programa de Saúde Pública.

Com o objetivo de alcançar todo o País, a gestão do PMAQ-CEO é dividida em macrorregiões e estados. Compareceram ao encontro, os coordenadores da região Sul e Sudeste: Profa. Dra. Maria Ercília de Araújo e Fernando Neves Hugo. Além dos estaduais, Profa. Dra. Andrea Neiva da Silva (UFRJ), Profa. Dra. Mariana Gabriel (UMC), Roger Keller Celeste (UFRGS), Profa. Dra. Claudia Flemming Colucci (UFSC), Prof. Dr. Samuel Jorge Moyses (PUC-PR), e da apoiadora do Grupo Gestor Profa. Dra. Fernanda Campos de Almeida Carrer, da FOUSP.

Com objetivos e estruturas apresentados, a docente e conferencista discorreu sobre os planos de aulas, apontando módulos, forma de aula, trabalhos, e critérios de avaliação. Adotou-se a Educação a Distância, em razão do caráter nacional do projeto, porém as avaliações finais acontecerão em Pernambuco sobre a supervisão dos coordenadores gerais Profa. Dra. Nicelma Figueiredo e Prof. Dr. Paulo Angeria Goés, e também dos  demais responsáveis, em um grande evento.

Skip to content