(Português) Com Sala de Acessibilidade, Biblioteca da FEA dá importante passo para inclusão

Disculpa, pero esta entrada está disponible sólo en Portugués De Brasil. For the sake of viewer convenience, the content is shown below in the alternative language. You may click the link to switch the active language.

A vida universitária de quem é deficiente não é nem um pouco fácil, mas pode ficar mais acessível agora. A Biblioteca da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade (FEA) da USP acaba de inaugurar uma Sala de Acessibilidade em suas dependências, voltada para deficientes visuais. Localizada no segundo piso, a sala oferece aos usuários diversos equipamentos para o acesso à leitura, pesquisa e produção textual.

A ideia do projeto surgiu na antiga gestão da biblioteca, de Dulcineia Dilva Jacomini, e foi concretizada pela equipe atual, atualmente liderada por Margarida Maria de Sousa. Margarida diz que o sentimento geral é de muita felicidade, tanto para a gestão anterior quanto para os novos funcionários, que tanto se empenharam. A ideia inicial era a construção de uma nova sala, mas a sala atual é fruto de uma reorganização de uma antiga sala de funcionários.

Os equipamentos para o projeto foram conseguidos com patrocínio financeiro obtido por intermédio de Hélio Zylberstajn, professor sênior do Departamento de Economia (EAE) da FEA. Após a iniciativa da FEA, a Biblioteca recebeu uma consultoria da USP Legal, programa de acessibilidade ligado à Pró-Reitoria de Cultura e Extensão da USP, que orientou os funcionários da biblioteca na utilização dos equipamentos.

A sala é aberta para todo o público, contando com todo o acervo da FEA, mas também com a possibilidade de utilizar os equipamentos para qualquer livro que o usuário leve consigo, bem como o uso de seus equipamentos e computadores para a escrita e o desenvolvimento de trabalhos. O ambiente é espaçoso e os funcionários da biblioteca estão aptos a ajudar os usuários, no caso dos equipamentos mais complexos, como é o caso do teclado em braile, há manual para o usuário, disponível na linguagem.

Entre os aparelhos, destaca-se o leitor autônomo e instantâneo para pessoas cegas, que efetua a leitura de qualquer documento escrito em voz alta para o usuário, com a velocidade regulável e a possibilidade de gravação (em período de teste). Há também um ampliador de caracteres clássico, para pessoas com baixa visão, um teclado em braile, um teclado ampliado de fácil visualização e um software no computador capaz de ler os caracteres na tela para o usuário cego.

A sala de acessibilidade é um passo importante para a inclusão de deficientes para toda a Universidade, já que é aberta para qualquer pessoa. A Faculdade de Educação (FE) foi pioneira em ter uma sala desse tipo; a biblioteca da Escola de Artes, Ciências e Humanidades (EACH) e a Biblioteca Central do campus de Ribeirão Preto (BCRP) possuem kits específicos para usuários deficientes, mas não salas. Agora, a Biblioteca espera ampliar o uso dessa ferramenta para garantir maior acessibilidade a todos os uspianos.

Biblioteca da FEA
Horário de funcionamento: segunda a sexta-feira, das 7h30 às 21h30
Telefone: (11) 3091-5998
Local: Av. Luciano Gualberto, 908 – Cidade Universitária – São Paulo-SP

 

link: https://www.fea.usp.br/fea/noticias/com-sala-de-acessibilidade-biblioteca-da-fea-da-importante-passo-para-inclusao

Ir al contenido