(Português) Docente da FOUSP é convidada para participar de sessão na sede da OPAS em Washington (EUA)

Sorry, this entry is only available in Brazilian Portuguese. For the sake of viewer convenience, the content is shown below in the alternative language. You may click the link to switch the active language.

Desde o dia 18 de junho, a Profa. Dra. Ana Estela Haddad vem participando, como convidada, de uma reunião na sede da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) em Washington, DC, nos Estados Unidos. O objetivo desta sessão é o de produzir uma Nota Técnica da OPAS sobre o potencial das tecnologias de informação e comunicação e dos sistemas de informação para o acesso à saúde de populações em situação de vulnerabilidade, com ênfase na população indígena.

A iniciativa é do Departamento de Evidência e Inteligência para Ações em Saúde, Dr. Marcelo D’Agostino. Foram apresentadas as experiências com telemedicina da Universidade da Catalunha (Espanha) e do Hospital Italiano que atua em rede na região metropolitana de Buenos Aires (Argentina).

A experiência brasileira desenvolvida nos últimos 12 anos, composta pela Rede Universitária de Telemedicina (RUTE), Programa Telessaúde Brasil Redes e Universidade Aberta do SUS (UNA-SUS) também foi apresentada pelo Dr. Luís Ary Messina e pela Profa. Ana Estela Haddad.  O Programa destacou-se pela sua amplitude, resultados, pela articulação entre atenção, gestão, educação, pesquisa e por ser uma experiência do setor público e aplicada a um sistema de saúde público de acesso universidade de um país continental.

A OPAS também apresentou sua metodologia para análise de situação de saúde, diretrizes para políticas de equidade, gênero e diversidade cultural e gestão da informação em saúde. Considerando tudo o que foi apresentado e as diretrizes e resoluções já produzidas pela Opas/OMS, o documento tratará da Saúde Digital no contexto da interculturalidade, com ênfase na Saúde indígena.

Skip to content