(Português) FOUSP na midia: Momento Tecnologia #16: Algoritmos ajudam no desenvolvimento de próteses nasais

Disculpa, pero esta entrada está disponible sólo en Portugués De Brasil. For the sake of viewer convenience, the content is shown below in the alternative language. You may click the link to switch the active language.

publicado no Jornal da USP

Um projeto da USP que une os cursos de Odontologia e Engenharia Mecatrônica tem o objetivo de produzir próteses bucomaxilofaciais, como a nasal. Para isso, a ideia é utilizar algoritmos de inteligência artificial que possam recriar a imagem do nariz de um paciente de forma harmônica e baseada em bancos de imagens. Além disso, os pesquisadores estão criando uma impressora 3D específica para fabricar próteses.
O projeto ainda está em fase de desenvolvimento e promete agregar múltiplas áreas do conhecimento tecnológico. Um dos fatores que explicam sua importância é a capacidade de melhorar o psicológico do indivíduo na questão estética, ajudando-o na readaptação à vida em sociedade

Por  – Editorias: – URL Curta: jornal.usp.br/?p=273044
Momento Tecnologia #16: Algoritmos ajudam no desenvolvimento de próteses nasais

Tecnologias relacionadas ao desenvolvimento de próteses se expandiram, e hoje podem ajudar tanto atletas de alto rendimento quanto pacientes que sofreram diferentes tipos de perdas. As chamadas próteses bucomaxilofaciais, por exemplo, é uma especialidade odontológica que confecciona partes como olhos, orelhas e nariz.

Um projeto da Faculdade de Odontologia (FO) e do Departamento de Engenharia Mecatrônica da Escola Politécnica (Poli), ambos da USP , tem como objetivo produzir próteses nasais harmônicas para cada paciente, valendo-se não só de técnicas de modelagem odontológicas, mas também de inteligência artificial e impressão 3D.

A ideia consiste em usar um banco de dados com muitas fotos que possam servir de base para a formação da imagem do paciente com um tipo de nariz harmônico. A professora associada Neide Pena Couto, do Departamento de Cirurgia, Prótese e Traumatologia Maxilofacial da FO, conta que os pesquisadores estão envolvidos “na criação de um programa onde, por meio de fotografias de frente e de perfil, a gente consiga alimentar as informações até por imagens feitas em celulares nesse computador, para que ele possa construir, então, a imagem de um nariz 3D ideal para esse paciente, baseado nas medidas e no conhecimento de antropometria. Depois nós apenas fazemos alguns ajustes finais”.

Eduardo Cabral, professor do Departamento de Engenharia Mecatrônica da Escola Politécnica, conta que até o final do ano esse projeto poderá ser finalizado. Para que isso aconteça, falta apenas treinar a inteligência artificial e ajustar alguns pontos na máquina de impressão 3D construída exclusivamente para esse fim. Este episódio do podcast Momento Tecnologia aborda o processo de desenvolvimento dessas técnicas e seus benefícios ao paciente, que recupera sua autoestima e tem uma melhor reabilitação social com a prótese.

Ficha técnica

Reportagem e apresentação: André Netto

Edição de Áudio e Sonorização: Tabita Said

Ir al contenido