(Português) Criança com prioridade: evento discute saúde e direitos na infância

Disculpa, pero esta entrada está disponible sólo en Portugués De Brasil. For the sake of viewer convenience, the content is shown below in the alternative language. You may click the link to switch the active language.

Na manhã do dia 9 de outubro de 2019, ocorreu no Anfiteatro Myaki Issáo, o evento “Criança com prioridade: direitos da criança e do adolescente na sociedade contemporânea”, organizado pela Docente do Departamento de Odontopediatria e Coordenadora do Programa USP Aproxima-Ação, Profa. Dra. Ana Estela Haddad. 

O evento tinha como objetivo discutir a saúde e bem-estar da criança nos mais diversos âmbitos e áreas de conhecimento. Neste contexto, três especialistas foram convidados para falar sobre primeira infância, violência, leis protetoras e o poder da literatura. 

Para dar início, a Profa. Ana Estela convocou a mesa de abertura composta pela Pró-Reitora de Cultura e Extensão Profa. Dra. Maria Aparecida de Andrade Moreira Machado, a Pró-Reitora Adjunta Profa. Dra. Margarida Maria Khohling Kunsch e o Prof. Dr. Igor Studart Medeiros, Presidente da Comissão de Cultura e Extensão da FOUSP. 

A Pró-Reitora realizou um discurso enfatizando a importância do evento e de se debater a saúde física e mental da criança. Segundo Profa. Maria Aparecida, é necessário nos preocupar com o presente, em vez de esperar que a nova geração mude o futuro. A Pró-Reitora Adjunta, Profa. Margarida, completou agradecendo o convite e principalmente a presença de todos em um debate tão relevante para o momento atual no Brasil. 

Profa. Dra. Ana Estela Haddad

As apresentações começaram com a Profa. Ana Estela, que falou sobre o programa do qual é coordenadora, Aproxima-Ação. Desde 1998, o projeto tem contribuído para a disseminação de cultura a respeito da diversidade e incentivado o cumprimento dos direitos da criança e do adolescente nos campi da USP. 

Dando continuidade, a professora ministrou uma palestra sobre os desafios da primeira infância. Segundo a Docente, este é um período de grande importância para a formação humana e para o desenvolvimento do lado emocional e racional do cérebro. Quando se cria uma criança em ambiente acolhedor, ela cresce mais habilitada para executar as funções de memória de trabalho, controle inibitório e flexibilidade cognitiva. 

Sob a perspectiva de especialistas no assunto, o evento convidou a Profa. Dra. Maria Thereza Costa Coelho de Souza,  Professora no Instituto de Psicologia da USP, e a Dra. Dora Martins, Juíza da Vara Central da infância e Juventude do TJ-SP, para falar sobre violência no contexto social infantil e dos direitos defendidos atualmente pelo Estatuto da Criança e do Adolescente, ECA. 

Para finalizar o evento, o último a falar foi o Prof. Dr. José Nicolau Gregorin Filho, da Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas da USP. Com foco na literatura, o professor explicou a importância da leitura para o desenvolvimento social e psíquico durante a infância.

Ir al contenido