Turmas

Sorry, this entry is only available in Brazilian Portuguese. For the sake of viewer convenience, the content is shown below in the alternative language. You may click the link to switch the active language.

Dia 17 de janeiro de 2020 foi marcado por muitas emoções na colação de grau das turmas 119 e 120. Familiares, amigos, funcionários e docentes prestigiaram a cerimônia dos alunos que concluiram a graduação. A FOUSP não diz adeus e sim um até breve, lembrando que a casa é de todos: formandos e formados!

As 10 horas a mesa foi composta pelas autoridades: Prof. Dr. Rodney Garcia Rocha, Diretor da Faculdade de Odontologia; Prof. Dr. Dalton Luiz de Paula Ramos, Presidente da Comissão de Graduação da Faculdade de Odontologia; Prof. Dr. Bruno Costa, docente do Departamento de Prótese da Faculdade de Odontologia e paraninfo da turma 119 e Dr. Marco Antonio Manfredini, representante do Conselho Regional de Odontologia de São Paulo.

Nos lugares de honra, estavam presentes: Prof. Dr. Claudio Luiz Sendyk, docente do Departamento de Prótese da Faculdade de Odontologia, homenageado da turma 119 e a Sra. Sabrina Rodrigues de Carvalho Sassaki, Servidora Técnico-Administrativo da Clínica Odontológica da FOUSP, homenageada da turma 119.

Em seu discurso, o Diretor, Prof. Dr. Rodney Garcia Rocha agradeceu a presença de todos e, carinhosamente, deixou uma mensagem aos formandos:

“Neste momento, concretiza na vida de cada um de vocês mais um dos muitos ritos de mudanças. Hoje, mais uma mudança. Muitos dizem: “a vida é feita de mudanças”. É um dito comum, mas extremamente verdadeiro. Os filósofos antigos já refletiam sobre estas mutabilidades “nada na vida é permanente, exceto a mudança”- Heráclito- 475 AC. Se de um lado o mundo muda e muda cada vez mais rapidamente, por outro encontramos em nós, seres humanos, uma resistência natural. Toda mudança provoca desconforto, nos coloca sob ameaça e, por isso, a aceitação da mudança não é um processo natural, mas é um processo inevitável.

Hoje temos a colação de grau. Subitamente, vocês estão sendo colocados para a realidade do exercício profissional e, terão, no mínimo, 50 anos de atividade profissional. A veloz transformação da sociedade do século XXI tem proporcionado novos modelos mentais com um novo protagonismo nas diversas carreiras profissionais. Do ponto de vista do individuo a reprogramação da forma de pensar a carreira já é uma questão de sobrevivência. Essa nova era do trabalho exigirá habilidades de oferta de conhecimentos em outras modalidades que nunca foram experimentadas pela maioria das pessoas.

Na Odontologia não será diferente. A aceleração do ritmo de transformação digital nos locais de trabalho nos próximos dez anos trará grandes desafios para os cirurgiões dentistas, bem como na forma dos relacionamentos interpessoais. Um profissional, em todas as áreas, não importando a profissão ou o tipo de emprego, se faz e consegue seu ponto de consolidação de experiências após 10 a 15 anos de trabalho – vocês, por volta de 2030-2040. Como será o desempenho de um cirurgião dentista nesse futuro. Mais uma vez, de vocês!

Será de uma economia totalmente digitalizada, a chamada inteligência artificial, com profundas repercussões na forma de organização da sociedade: robôs, veículos autônomos, internet das coisas, big data, profusão de sensores, a impressão 3D, avanços na biotecnologia e na nanotecnologia, que provocará um choque no cerne da sociedade. Serão, portanto essas mudanças que os senhores e  senhoras vivenciarão  com todos os impactos no mundo do trabalho.

Dados tem mostrado que 47% de 702 profissões vão evaporar com o resultado desta automação, e, vejam já a partir de 2020. Mas, esses dados, felizmente também revelam que essa digitalização terá um impacto menor sobre as atividades qualificadas, incluindo nelas os cirurgiões dentistas, os cirurgiões gerais, os terapeutas ocupacionais, os professores de ensino básico, padres, cuidadores de idosos e de crianças.

Como sobreviver a isso? A essas mudanças? A resposta está na EDUCAÇÃO. Só ela poderá qualificar as pessoas.  Nós profissionais necessitaremos de sermos treinados para interagirmos com a inteligência artificial, com o trabalho compartilhado homem – máquina. Será o aprendizado contínuo. Novas mudanças. Vocês cirurgiões dentistas convivendo com as maquinas e, esse futuro, já está iniciando para vocês.

Tenham sucesso nessa nova caminhada. Novas conquistas, novos desafios estão por vir.”

Em seguida, o formando Marcus Vinicius Rodrigues da Silva fez a leitura do juramento de Hipócrates, sendo repetido repetido por todos os formandos, com a mão direita erguida.

“Prometo que, ao exercer a Odontologia, mostrar-me-ei sempre fiel aos preceitos da honestidade, da caridade e da ciência; nunca me servirei da profissão para corromper os costumes ou favorecer o crime. Se eu cumprir este juramento com fidelidade, goze eu para sempre, a minha vida e a minha arte, de boa reputação entre os homens”.

Foi realizada, também a entrega do Prêmio CRO, dado aos alunos que alcançaram a maior média aritmética das notas obtidas no decorrer do curso integral. Nesse momento, o Dr. Marco Antonio Manfredini, representante do Conselho Regional de Odontologia de São Paulo, entregou o prêmio ao Cirurgião-Dentista Renato de Moura Marera.

Formandos da Turma 119

Aline Barbosa Silva

Ana Flávia da Costa Motta

André Prezotto Giordani

Andressa Pinto Mardegan

Andreza de Oliveira Godoy Moreira

Bárbara Fischer

Bruna Akinaga Moreira

Caio dos Santos Vaciolli

Camila de Moraes Castelhano

Carolina Fabeni Lino

Carolina Matos de Almeida Freitas

Carolina Silva Fernandes

Caroline Hirota

Caroline Mariano Laux

Caroline Rodrigues da Silva

Daniel Hideki Sakassegawa

Daniel Lamos Moreira

Daniele Pereira Souza Lima

Emerson Junio de Moraes Filho

Emerson Ricardo Santiago

Fernando Soares Valladares Filho

Flávia Gomes Gualtieri

Gabriela Boloni Brasileiro

Gabriela do Manco Machado

Gabriela Vieira de Andrade

Gabriela Vieira Gomes

Gabriella Bueno Marinho

Giulia Duarte e Miranda

Handially dos Santos Vilela

Heloisa Gonsalves

Isabela Lopes Santos da Silva

Jacqueline Dias Gonçalves Freitas

Julia Adati

Julia Mendes da Silva

Karine Mayumi Kurosaki

Laís Cristina Alcantara Zanco

Lais Magda Araujo Ferracini

Leticia Rodrigues Camargo de Oliveira

Lígia Mariane Nishida

Livia Nunes de Queiroz

Lucas Hinkelmann Bruno

Luis Octavio Arraes Santiago

Marcus Vinicius Rodrigues da Silva

Mariana Hercules Loesch

Michele Araujo dos Santos

Mirella Flávia Corrêa Pinto

Pedro Henrique Zanchettin

Renata Bommarito

Renato de Moura Marera

Ricardo The Chen

Richard Antunes Bonifácio

Sabrina Maluf Labate

Tainá Mautone Caetano

Vanessa Inácio Fukui

Victor Castro Frizanco

Victor Stracia Porto Santos

Vitoria Rocha Bico

 


A cerimônia de colação da Turma 120 iniciou-se as 17 horas, com a composição da mesa pelo Prof. Dr. Rodney Garcia Rocha, Diretor da Faculdade de Odontologia; Prof. Dr. Dalton Luiz de Paula Ramos, Presidente da Comissão de Graduação da Faculdade de Odontologia; Prof. Dr. Bruno Costa, docente do Departamento de Prótese da Faculdade de Odontologia e paraninfo da turma 120; Profa. Dra. Marina Helena Cury Gallotini, docente do Departamento de Estomatologia da Faculdade de Odontologia e patronesse da turma 120 e Dr. Marcos Jenay Capez, Presidente do Conselho Regional de Odontologia de São Paulo.

No lugar de honra, estava presente o Prof. Dr. Edson Aparecido Liberti, docente do Departamento de Anatomia do Instituto de Ciências Biomédicas da USP, homenageado da turma 120.

Em seu discurso, o diretor enalteceu a importância dessa sessão solene:

“Neste momento a Faculdade de Odontologia cumpre a mais importante de suas missões como instituição de ensino público e o mais central de seu compromisso para com a sociedade paulista e brasileira. Responde e garante a formação, as competências, as habilidades e as atitudes necessárias de cidadãos – vocês formandos – que serão inseridos na comunidade como profissionais generalistas em Odontologia.

Por isso, esta sessão extraordinária é denominada oficial e, portanto, solene. Ela é obrigatória para todos os formandos. Anteriormente mencionei que esta sessão é uma reunião da congregação.  Nas reuniões normais da Congregação (ordinárias e extraordinárias) são discutidas e definidas as orientações, os planejamentos acadêmico e administrativo, os destinos da Faculdade propriamente ditos. Normalmente, são cumpridos ritos e as decisões são manifestadas por meio de votações, quer por maioria simples ou, conforme os temas, por maioria absoluta, que aprovam ou não os temas tratados. Para isso deve se ter o chamado quórum. É assim!

Entretanto, para a colação de grau não há a necessidade de termos quórum e realizarmos os procedimentos de uma reunião de congregação tradicional. Não se exige. Ela pode ser realizada sem que se tenha a presença da maioria de seus membros: pode ser um, dois, trinta. Significa, então, que o diretor sozinho pode cumprir com esta obrigação? Sim. Mas, vejam, hoje, não estou só, são vários os membros presentes.

Colação de grau. O que significa?

São vários os significados da palavra colação. Mas, hoje, nesta cerimônia, ela significa: ação de conferir um título, um direito, um grau.

Mas é, essa sessão, também oficial. Sim. A instituição tem prazo para realizar a colação de grau. A sessão competente da Faculdade – a Assessoria Acadêmica , pelo Setor de Graduação, audita e confere se cada formando cumpriu todas as horas atividades, seja em disciplinas obrigatórias, seja nas optativas e os estágios e se foi aprovado em todas essas fases e compromissos. Tudo conferido, essa Assessoria solicita ao diretor o agendamento da colação de grau. É o que estamos realizando. Vocês fazem o juramento e o diretor confere o grau, o titulo, o direito de serem cirurgiões dentistas. Aí, é elaborada uma ata, que é lida publicamente e registrada em livro próprio e assinada por cada um dos formandos, pela secretária dos trabalhos, pelo diretor e pelas testemunhas presentes.

Justifica-se, portanto, que este momento é o mais importante e mais central para a Instituição. A Faculdade está feliz e realizada. Traz à sociedade uma gama de cidadãos com uma formação profissional fortalecida por uma estrutura educacional técnico- científica, com extrema repercussão no Estado de São Paulo e no país. Ser um cirurgião dentista formado pela USP é ser reconhecido como um profissional de excelente formação. Essa valorização positiva do mercado de trabalho de profissionais formados pela nossa instituição e o reconhecimento da sociedade são requisitos fortemente avaliados quando das classificações que os diversos rankings internacionais tem nos colocado como umas das melhores escolas de odontologia do mundo.

Cumpri se, mais uma vez, a sua missão. E, nós, muito honrados pelo privilégio de participarmos desta cerimônia.”

Em seguida, a aluna Mariana Bifulco para leitura do juramento de Hipócrates, gesto copiado por todos os formandos, com a mão direita erguida.

Após a leitura da ata, foi realizada a entrega do Prêmio CRO, dado aos alunos que alcançaram a maior média aritmética das notas obtidas no decorrer do curso integral e noturno. Portanto, o Dr. Marcos Jenay Capez, Presidente do Conselho Regional de Odontologia de São Paulo, entregará o prêmio à Cirurgiã-Dentista Caroline Vale Twiaschor.

Formandos da Turma 120

Adriano Souza Viana

Aline Alves Gomes

Amanda Amaral Abreu Di Sessa

Amanda Rodrigues dos Santos

Ana Cristina Correa da Silva

Ana Luiza Toledo de Magalhães Kalaf

Bruna de Abreu Mori

Camille Rudoi Batista

Carina Suzuki Ito

Carlos Cesar Pellegrinetti

Carolina de Picoli Acosta

Caroline Vale Twiaschor

Daniele Maria Heguedusch Oliveira

Danilo Andres Balzarini

Diego Heity Araki dos Santos

Érico Furtado Matsushita

Fábio Georgetto Nogueira

Fábio Gustavo Lopes Pereira

Fernanda da Silva Fadel

Fernanda Dutra Andrigo

Gabriel da Fonte

Gabriela Morandi

Géssica Trevizan Confortini

Gustavo Giovanni Torrente

Ingrid Ferraz Vicente

Jennyfer Jaber

Juliano Genaro Perfetto

Karina Felix Santos

Kaya Borges da Silva

Lucas Thomazotti Berard

Luciano Citadini Russo

Marcus Vinícius da Silva Rodrigues Bueno

Mariana Bifulco

Mariana Gomes Bitu

Mariana Oliveira Besseler

Marina Calixto Gallas

Natalia Isis Caires Lavor

Natalia Kazumi Tavares Kanashiro

Natália Matsuda de Oliveira

Nataly Harumi de Morais Takano

Paula Estebanez Moreno

Rafaela Simões Ciasca

Raphael Ramos Silva

Renata dos Santos Vellei

Tamires Feliciano Floriano

Tatiane Suelen Vieira

Victhória Beatriz Pedroso

 

Skip to content