(Português) O CUBO 2020 em meio a pandemia do novo coronavírus

Sorry, this entry is only available in Brazilian Portuguese. For the sake of viewer convenience, the content is shown below in the alternative language. You may click the link to switch the active language.

O Congresso Universitário Brasileiro de Odontologia (CUBO) é um evento organizado pelos alunos de graduação da Faculdade de Odontologia da Universidade de São Paulo (FOUSP), que ano após ano, busca entregar temas de relevância sobre a odontologia brasileira e mundial, abordando de maneira cuidadosa e didática. Entretanto, por conta do cenário atual de pandemia, que cerceia a sociedade, a gestão encarregada pela organização do 44° CUBO foi obrigada a repensar uma forma responsável de realizar o evento. Considerando a impossibilidade da entrada na FOUSP, sede tradicional das palestras, que assim como todo o Campus Cidade Universitária, está fechada para o grande público, não recebendo nenhuma atividade presencial.

Larissa Fornagiero Pereira

Isabella Souza Ferri

Perante este contexto, imposto pelo novo coronavírus, no qual é imprudente aglomerar, a gestão do CUBO deste ano decidiu por uma versão alternativa do congresso, que de maneira inédita será totalmente online. Para entender um pouco melhor todos esses novos desafios, com adaptação do tradicional formato presencial para o digital, utilizando plataformas de webconferências, a FOUSP conversou com membros da organização. Aprofundando a discussão, sobre todos os detalhes desta edição, com a atual presidente do CUBO, e aluna de graduação do 4° ano diurno, turma 123, Isabella Souza Ferri; e a vice-presidente, e aluna de graduação do 3° ano diurno, turma 125, Larissa Fornagiero Pereira.

Em um primeiro momento, assim como o programa das aulas de graduação, pairava uma incerteza sobre a volta das atividades presenciais dentro da Universidade de São Paulo (USP). Por isso, a intenção era o adiamento do evento presencial para final de novembro, considerando que historicamente acontece na última semana de setembro. Contudo, a situação se estendeu, com programação do retorno de aulas e demais atividades presenciais — de forma gradual e seguindo à risca os novas diretrizes de biossegurança — apenas no começo do ano que vêm, no mês de janeiro, podendo, inclusive, ter alterações e adiamentos dependendo da evolução dos casos. Deste modo, o desafio era repensar e reestruturar um evento totalmente diferente para a edição do CUBO 2020.

Para estruturar da melhor maneira possível, os 44 membros, que são divididos em 8 diretorias, mais a presidência, tiveram que se alinhar e discutir inúmeros pontos. Pensando em uma plataforma que tivesse qualidade de transmissão simultânea, de modo síncrono, para um grande contingente de pessoas, mas que também preze pela segurança das informações dos palestrantes e do conteúdo. “Além da segurança durante a transmissão do evento tivemos que buscar alternativas de patrocínio com diversas empresas, procurando apoio. Ainda estamos em conversa com algumas marcas, mas já conseguimos brindes para serem sorteados entre os inscritos desta edição do CUBO que acompanharão as palestras”, contou a presidente Isabella Souza Ferri.

Por se tratar de um formato digital, obrigatoriamente há necessidade de adaptações, visto que acompanhar um eventos por horas na frente de uma tela de computador ou de smartphone não é nada agradável, e sim cansativo. Por isso, o evento foi dividido em cinco dias — no presencial eram apenas três — para a apresentação de palestras e trabalhos científicos, visando tornar uma experiência menos maçante e mais enriquecedora.

Evidente que existe um prejuízo em comparação ao modo presencial, não permitindo a troca de experiências interpessoais. Contudo, tentando olhar o copo meio cheio, pensando nas vantagens que esta edição diferenciada do CUBO pode trazer, a vice-presidente, Larissa Fornagiero Pereira, pontuou: “o número de interessados entre o público externo cresceu, com diversas faculdades, atléticas e demais instituições procurando saber cada vez mais. Sentimos até uma movimentação maior nas redes sociais do CUBO, não só entre a comunidade USP. Afinal, o formato online permite que as pessoas acompanhem de qualquer lugar, não sendo necessário comparecer até o auditório da FOUSP”.

Nesta linha, de facilidades quanto ao deslocamento, não tendo que ir até a faculdade para acompanhar o evento, a presidente do CUBO,  Isabella Souza Ferri, complementou: “esperamos dobrar o número de participantes na edição deste ano, afinal há facilidades em diversos aspectos. Além disso, há possibilidade de palestrantes que geralmente não poderiam comparecer, mas agora podem participar direto de suas casa. Outro fator foi o aumento no número de inscrições de trabalho científicos, para a banca avaliar,  interessados em participar, chegando a 400, fator que quadruplicou. Divididos em seis categorias: Clínico, Social, Básico, Ensaios Biomecânicos, Relatos de Caso e Revisão de Literatura, todas abrangendo apresentações orais de alunos de graduação e pós-graduação”.

Sobre a divulgação, está acontecendo basicamente por redes sociais, em Instagram, Facebook, e também por grupos de WhatsApp. Além, de eventos para o Pré-CUBO, como uma forma de aquecimento, com aulas abertas, via Google Meet, com professores da FOUSP que resolveram colaborar com o projeto. Por isso, o evento deste ano tem tudo para ser um sucesso, destacando o trabalho feito pela gestão do CUBO em conjunto com diversos colaboradores: “agradecemos muito a ajuda dos professores, da diretoria, do pessoal da informática e da Comissão de Graduação nesse processo todo”, destacou Larissa Fornagiero Pereira.

Formas alternativas, como a edição 2020 do CUBO vieram pra ficar, ou no mínimo para provocar mudanças nas estruturas que conhecemos hoje. Contudo, a presidente, Isabella Souza Ferri, pondera: “há vantagens, como a possibilidade de representação de até 60 horas de estágio para quem acompanhar a todo o conteúdo do congresso. Entretanto, o que eu mais vou sentir falta é do contato com o público, de poder olhar para a carinha de cada um ali e saber o que eles estão achando, se estão gostando, curtindo o congresso e, também, da galera toda reunida com os amigos, tirando várias fotos. Essa é uma das partes mais especiais e memoráveis que eu vejo o CUBO proporcionar para as pessoas e que, sem dúvidas, vai fazer muita falta este ano.”

 

O Congresso Universitário Brasileiro de Odontologia (CUBO), o maior da América Latina na sua categoria, acontece de 23 a 27 de novembro. Para acompanhar mais informações e tirar dúvidas acesse as páginas oficiais do CUBO.

Inscrição no CUBO 2020: http://doity.com.br/cubo–congresso-universitario-brasileiro-de-odontologia

Portal Oficial: http://www.cubousp.com.br/

Instagram: https://www.instagram.com/cubofousp/

Facebook: https://www.facebook.com/CUBO.USP

Texto: Gabriel Cillo

fotos de arquivos pessoais

Skip to content