(Português) FOUSP sedia a 56ª Reunião da Associação Brasileira de Ensino Odontológico – ABENO

Sorry, this entry is only available in Brazilian Portuguese. For the sake of viewer convenience, the content is shown below in the alternative language. You may click the link to switch the active language.

Foi realizada na FOUSP a abertura da Reunião Anual da Associação Brasileira de Ensino Odontológico (ABENO), evento este que está em sua 56ª versão e teve duração de três dias, sendo realizado de forma totalmente online através de transmissões ao vivo. A abertura foi marcada pelo encontro de profissionais da odontologia brasileira, que fizeram questão de acompanhar e contribuir com o projeto. Dentre tantos, o Diretor da FOUSP, o Prof. Dr. Rodney Garcia Rocha; o Presidente da Comissão de Graduação, Prof. Dr. Dalton Luiz de Paula Ramos, além dos coordenadores do evento e docentes da casa: Profª Dra. Ana Estela Haddad e do Prof. Dr. Celso Zilbovicius.

Em seu discurso, o diretor ressaltou: “é uma honra representar a Faculdade de Odontologia da Universidade de São Paulo neste evento, por isso, agradecemos o convite de participar da mesa de abertura, sendo uma honra maior ainda em recepcioná-los em nossa casa, ainda mais quando estamos passando pelo seu 120 anos, todo esse tempo contribuindo com a missão do ensino odontológico brasileiro. Também gostaria de parabenizar a professora Vania Fontanella, presidente da ABENO,e cumprimentá-la pelo esforço em colocar a ABENO na vanguarda do que vem ocorrendo no ensino odontológico, seja sobre novos cenários, novas tecnologias e novos métodos. Ao cumprimentá-la, cumprimento também a todos os membros da mesa. Quero também parabenizar e cumprimentar toda a comissão organizadora dessa 56ª reunião: a Profa. Ana Estela Haddad, coordenadora, Profa. Simone Rennó Junqueira, Marcelo Bönecker, Celso Zilbovicius, Paulo Braz, que pela escolha dos temas que serão discutidos, se apresentam atuais e propícios para essa fase que o ensino odontológico passa e passará. Dizer ainda do orgulho da faculdade pela participação de seus docentes na organização deste evento. Cumprimento todos os participantes e todos os palestrantes. Bem vindos e sucesso a todos!”

Participaram da mesa de abertura do evento, as seguintes autoridades:

Profa. Dra. Vania Fontanella  – Presidente da ABENO; Prof. Dr. Rodney Garcia Rocha  – Diretor da FOUSP; Dr. Marcos Jenay Capez  – Presidente do CROSP; Prof. Dr. Paulo Tambasco – Comissão de Área II – Odontologia da FAPESP; Profa. Dra. Isabela Pordeus – Ex-Presidente da SBPqO; Profa. Dra. Cristina Villar – Presidente da LAOHA | Latin American Oral Health Association; Profa. Dra. Maria Cristina Manzanares  – Secretaria Geral de IFDEA – International Federation of Dental Educators and Associations; Profa. Dra. Ana Estela Haddad e Prof. Dr. Celso Zilbovicius – Comissão Organizadora local

Em seguida à mesa de abertura, a palestra magna foi proferida pelo Prof. Antonio Moreira, Professor Associado do Departamento de Ensino a Distância da Universidade Aberta de Portugal.

Pró-ensino: fortalecendo a docência e a pesquisa em ensino na área da saúde 

O evento apresentou uma palestra abordando a “Rede de Ensino na Saúde: Programa Nacional de Desenvolvimento Docente na Saúde”, ministrada pela Profa. Dra. Ana Estela Haddad, na qual exibiu a importância de preparar os profissionais de saúde para o cuidado, ou seja, estar aptos para o trabalho interprofissional, em equipe, de modo que juntos consigam ir além da prática específica individual de cada profissional. Para isso, é necessário fornecer a capacitação adequada para formação docente e desenvolvimento da linha de pesquisa de ensino na saúde em programas avaliados pela CAPES.

Dentre as área temáticas do pró-ensino, apresentadas pela docente, há foco na gestão do ensino na saúde, currículo e processo de ensino-aprendizagem na formação, avaliação do ensino, formação e desenvolvimento docente, integração universidade e serviços de saúde, políticas de integração saúde e educação, e tecnologias presenciais e à distância.

A aula demonstrou a importância de valorizar e promover o “desenvolvimento na atuação docente, nas dimensões emocionais, didáticas e de avaliação, aplicadas à Educação Superior na Saúde”. Deste modo, tendo um ensino voltado para a saúde coletiva, integrando a atuação de diversos profissionais da saúde.

 

O acesso à internet como um direito fundamental

Um segundo momento foi a apresentação da palestra sobre o “Ensino Híbrido: Governança da Internet no Brasil”, que teve comando de Alexandre Barbosa, gerente do Cetic.br, que trata-se de um “Centro Regional de Estudos para o Desenvolvimento da Sociedade da Informação, atuando com tutela da Unesco com o objetivo de cooperar com países da América Latina e Lusófonos na África para construção de sociedades do conhecimento inclusivas”.

A palestra apresentou marcos legais sobre a internet, com leis e resoluções, que dão garantias, transparência e aspectos democráticos. Ainda, destacou como o acesso à internet é um recurso fundamental, posto que é um meio primordial para obter informação, sendo este um bem primário em sociedades complexas.

Em paralelo a importância de ter acesso às redes para se ter informação, a internet também tem sua importância no acesso a outros direitos, considerando que “alguns indivíduos estariam mais bem posicionados que outros para criar melhores oportunidades ao acessar, processar e utilizar informações valiosas”. Ainda nesse sentido, acesso a internet é essencial para “geração de novas habilidades, em especial aquelas valorizadas pelo mercado de trabalho”.

A teleodontologia em meio a pandemia do novo coronavírus

Mais uma palestra da 56ª ABENO na qual a FOUSP estava envolvida diretamente foi na qual tivemos a oportunidade de compreender sobre “Teleodontologia aplicado ao Ensino e à Atenção à Saúde Bucal: o cuidado híbrido”, tendo como convidada a Profa. Dra. Deise Garrido, pesquisadora-colaboradora do Núcleo de Telessaúde FOUSP-SAITE e teleconsutora do Programa Telessaúde Brasil Redes.

Perante o contexto atual de pandemia, a odontologia foi uma dentre tantas áreas a sofrer duros abalos, tanto no aspecto de ensino quanto no exercício da profissão. Em vista disto, a teleodontologia é uma alternativa que está ganhando cada vez mais espaço, seja no ensino ou aliado à prática clínica nas faculdades de odontologia, com o foco em reduzir as dificuldades impostas pela pandemia.

Com isso, estando de acordo com o uso da teleodontologia, a docente explicou a funcionalidade do Núcleo de Telessaúde FOUSP-SAITE: “é formado por doutores e mestres da FOUSP, além de pós-graduandos e estagiários, atuando no ensino, pesquisa e assistência mediada pela tecnologia da informação e comunicação (TICs) na graduação, pós-graduação e educação continuada de profissionais de saúde”.

À respeito da teleducação, há uma parceria desde 2016 com a UNA-SUS da Universidade Federal do Maranhão (UFMA), já sobre a teleassistência, a FOUSP tem projetos de assistência remota de pacientes, como ocorreu na disciplina de graduação da odontopediatria.

Por último, a professora alertou quanto a necessidade do cuidado ao utilizar meios híbridos ou tecnológicos na odontologia. Afinal, os dados dos pacientes são igualmente sigilosos e devem ter a mesma segurança que fichas de papel ou qualquer outra informação adquirida em atendimento presencial.

Texto: Gabriel Cillo

Skip to content