(Português) Aluno de doutorado ganha Prêmio CAPES de Teses

Disculpa, pero esta entrada está disponible sólo en Portugués De Brasil. For the sake of viewer convenience, the content is shown below in the alternative language. You may click the link to switch the active language.

Na manhã desta quinta-feira, onze de agosto de 2022, foi publicado no Diário Oficial da União o resultado do Prêmio CAPES de Tese – Edição 2022. Segundo o Ministério da Educação, a premiação reconhece os melhores trabalhos de conclusão de doutorado defendidos em programas de pós-graduação brasileiros, considerando os seguintes critérios: originalidade do trabalho, relevância para o desenvolvimento científico, tecnológico, cultural, social e de inovação e o valor agregado pelo sistema educacional ao candidato. Gustavo Hermes Soares, aluno de doutorado do Prof. Dr Edgard Michel Crosato no programa Ciências Odontológicas da FOUSP, foi o selecionado na Área de Odontologia pelo seu trabalho na tese intitulada «Análise de redes aplicada a fatores relacionados à saúde bucal de Populações Indígenas». Para o pesquisador, o prêmio só foi possível a partir de investimentos em pesquisa: «Esse Prêmio representa uma conquista coletiva, não só de Grupos de pesquisa, mas também de um projeto de país que investe em pesquisa e educação. Eu só pude chegar ao doutorado porque fui inicialmente beneficiado por políticas públicas, como ProUni E Ciências Sem Fronteiras. Fui também bolsista do CNPq e tive a oportunidade de fazer um estágio no exterior pelo programa de internacionalização da Capes. Então esse Prêmio representa a confirmação da importância desses programas e do investimento em pesquisa. O prêmio também dá destaque para o tema da saúde Indígena, um ponto essencial que se articula com questões como financiamento do SUS, proteção dos territórios Indígenas e garantia de seus direitos conquistados pela constituição de 88″.

Como agradecimentos, o aluno reitera a importância de seu orientador, Prof. Dr. Edgard Michel Crosato, além de mencionar a Professora Lisa Jamieson, da Universidade de Adelaide,  e seu colaborar, Dr. Pedro Henrique Ribeiro Santiago. Por fim, destaca sua gratidão aos Povos Indígenas da Austrália e do Brasil, que puderam tornar possível o seu trabalho.

A FOUSP parabeniza os autores pela conquista.

Confira o resultado completo do edital clicando aqui.

 

 

 

 

Texto: Giovanna Bello

Ir al contenido