Sorry, this entry is only available in Brazilian Portuguese. For the sake of viewer convenience, the content is shown below in the alternative language. You may click the link to switch the active language.

A reabilitação aloplásica, anatômica, funcional e estética das perdas e malformações faciais é função do cirurgião-dentista no âmbito da disciplina de Prótese Bucomaxilofacial, integrante do Departamento de Cirurgia, Prótese e Traumatologia Maxilofacial. Essa reabilitação, por meio de próteses oculares, auriculares, nasais, óculo-palpebrais e dispositivos utilizados no tratamento das anomalias crânio-faciais devolvem a estética e a função. Os tratamentos são divididos, de acordo com as próteses e dispositivos empregados, em tratamento protético reparador e complementar.

As próteses indicadas no tratamento protético reparador são subdivididas em intra e extra-orais (faciais). As intra-orais são indicadas quando há grandes perdas nas regiões da maxila ou mandíbula, nas deformidades faciais com comprometimento da cavidade oral, principalmente as fendas lábio-palatinas, associadas ou não a síndromes. As próteses reparadoras extra-orais, também conhecidas por próteses faciais, podem ser indicadas para órgãos ímpares (próteses nasal e labial) e para órgãos pares (próteses ocular, óculo-palpebral, auricular) e a prótese para as grandes perdas da face, denominada prótese facial extensa.

Desde o desenvolvimento dos implantes osseointegrados, empregados nas mais diversas áreas do corpo humano, implantes intra e extra-orais vêm se difundindo como meio de retenção das próteses faciais com grande eficiência. A Clínica de Prótese Bucomaxilofacial conta com consultórios completos e laboratório específico, onde são confeccionados todos os aparelhos, dispositivos e próteses. Os procedimentos mais complexos são realizados no Centro Cirúrgico do próprio departamento, e demonstrados simultaneamente por meio de vídeoconferência aos alunos de Graduação, Pós-Graduação e aprimoramento profissional.

A equipe clínica é formada por docentes, alunos de Pós-Graduação, de Graduação (iniciação científica) e monitores, além de profissionais cursando atualização na área. O atendimento é voltado para a alta demanda de pacientes mutilados, com distúrbios de desenvolvimento, malformados e oncológicos, encaminhados por profissionais das mais diversas áreas (nutricionistas, psicólogos, fonoaudiólogos, fisioterapeutas, médicos, enfermeiros, orientadores comunitários de saúde entre outros) de diferentes locais do Brasil. Sua atuação tem foco multidisciplinar enfatizando a estreita ligação com as especialidades médicas.

Sorry, this entry is only available in Brazilian Portuguese. For the sake of viewer convenience, the content is shown below in the alternative language. You may click the link to switch the active language.

A reabilitação aloplásica, anatômica, funcional e estética das perdas e malformações faciais é função do cirurgião-dentista no âmbito da disciplina de Prótese Bucomaxilofacial, integrante do Departamento de Cirurgia, Prótese e Traumatologia Maxilofacial. Essa reabilitação, por meio de próteses oculares, auriculares, nasais, óculo-palpebrais e dispositivos utilizados no tratamento das anomalias crânio-faciais devolvem a estética e a função. Os tratamentos são divididos, de acordo com as próteses e dispositivos empregados, em tratamento protético reparador e complementar.

As próteses indicadas no tratamento protético reparador são subdivididas em intra e extra-orais (faciais). As intra-orais são indicadas quando há grandes perdas nas regiões da maxila ou mandíbula, nas deformidades faciais com comprometimento da cavidade oral, principalmente as fendas lábio-palatinas, associadas ou não a síndromes. As próteses reparadoras extra-orais, também conhecidas por próteses faciais, podem ser indicadas para órgãos ímpares (próteses nasal e labial) e para órgãos pares (próteses ocular, óculo-palpebral, auricular) e a prótese para as grandes perdas da face, denominada prótese facial extensa.

Desde o desenvolvimento dos implantes osseointegrados, empregados nas mais diversas áreas do corpo humano, implantes intra e extra-orais vêm se difundindo como meio de retenção das próteses faciais com grande eficiência. A Clínica de Prótese Bucomaxilofacial conta com consultórios completos e laboratório específico, onde são confeccionados todos os aparelhos, dispositivos e próteses. Os procedimentos mais complexos são realizados no Centro Cirúrgico do próprio departamento, e demonstrados simultaneamente por meio de vídeoconferência aos alunos de Graduação, Pós-Graduação e aprimoramento profissional.

A equipe clínica é formada por docentes, alunos de Pós-Graduação, de Graduação (iniciação científica) e monitores, além de profissionais cursando atualização na área. O atendimento é voltado para a alta demanda de pacientes mutilados, com distúrbios de desenvolvimento, malformados e oncológicos, encaminhados por profissionais das mais diversas áreas (nutricionistas, psicólogos, fonoaudiólogos, fisioterapeutas, médicos, enfermeiros, orientadores comunitários de saúde entre outros) de diferentes locais do Brasil. Sua atuação tem foco multidisciplinar enfatizando a estreita ligação com as especialidades médicas.

Skip to content