Sorry, this entry is only available in Brazilian Portuguese. For the sake of viewer convenience, the content is shown below in the alternative language. You may click the link to switch the active language.

A Bioética é um estudo interdisciplinar que faz reflexões sobre a conduta humana e sobre as aplicações da tecnologia e da ciência na vida humana, no desenvolvimento da sociedade e do meio ambiente. De um modo geral, nos estudos bioéticos são identificados o dilema ético em questão, os fatores mais relevantes que compõem esse dilema, quais os valores envolvidos  , quais as possíveis conseqüências e qual a melhor orientação a seguir. Ao se trabalhar os temas procura-se não se transmitir valores acabados; o aluno é incentivado a pensar por si mesmo, a decidir usando sua autonomia e a estar aberto a novos conceitos e linhas de pensamento. Oferece-se um método de raciocínio/reflexão para solucionar dilemas éticos ao buscar considerar todos os aspectos da realidade e conciliá-los com o respeito à dignidade humana. O ensino da Bioética na FOUSP desenvolve-se em dois momentos. Em um primeiro, formatado como Disciplina regular e obrigatória de 04 créditos (ODS 0701), são tratados os seguintes temas:
  • Breve histórico da Bioética
  • Princípios e Fundamento da Bioética
  • Experimentação com seres humanos
  • Consentimento Assistencial/ Consentimento em Pesquisas
  • Humanização
  • Início de vida / Reprodução Assistida/ Aborto
  • Células-tronco
  • Morte e Luto/ Cuidados Paliativos/ Eutanásia
  Ao final da disciplina de Bioética, o aluno deve ser capaz de:
  • Reconhecer dilemas éticos;
  • Identificar quais são os conflitos de valores envolvidos no problema;
  • Reconhecer os diferentes componentes da realidade como: o contexto social, o contexto histórico, político, cultural, econômico, as informações científicas, os valores, as crenças, etc;
  • Analisar criticamente a situação e apresentar um raciocínio lógico sobre uma possível solução para determinado dilema ético;
  • Tomar decisões conscientemente;
  • Avaliar criticamente o resultado de suas decisões.
  Estratégias de ensino: Além de aulas expositivas, utilizamos recursos de filmes que abordam temas bioéticos. Após as projeções, promovem-se debates e os alunos elaboram relatórios. Faz-se uso da Plataforma Moodle como recurso auxiliar por meio da disponibilização de material de estudos de apoio, no formato de apostila eletrônica, o qual foi especialmente desenvolvido para os alunos de graduação e pode ser utilizado durante todo o curso de odontologia, prolongando o contato com a Bioética mesmo após o final da disciplina. Também são desenvolvidas atividades de fóruns de debates e aulas não presenciais à distância. Em um segundo momento, formatado como Estágio de Bioética, focado na temática da Humanização, atividade optativa, para contagem de 04 créditos junto à Disciplina de Estágios Vivenciais. Constitui-se de visitas a serviços clínicos, bem como atividades extramuros. Têm como objetivo vivenciar estes espaços na companhia do professor que age como facilitador na inserção e na familiarização com esses ambientes. Os alunos recebem orientações de como lidar com as dificuldades que naturalmente se apresentam, fomentando-se um olhar atento, positivo, ético e humanizado. Visa-se também dar suporte a pessoa do aluno quando do impacto emocional causado por estas realidades. Após cada visita acontece roda de discussão com o professor buscando-se um juízo das experiências vividas. As atividades extramuros acontecem em comunidade com obra social que atende alunos do ensino médio. Ali promovem-se debates sobre temas bioéticos motivados por projeção de filmes. Os jovens e os universitários interagem, compartilhando conhecimentos. Também explora-se a interação com a parte midiática da universidade, através da produção de pequenos vídeos, “esquetes”, encenações bem-humoradas onde são retratadas de forma  burlesca situações testemunhadas nas atividades do estágio. https://www.youtube.com/watch?v=63lTTdbaG6M Referências mais utilizadas:
  • Ramos DLP, organizador. Fundamentos de odontologia: Bioética e ética profissional. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan; 2007.
  • Ramos DLP, organizador. Bioética, pessoa e vida - Uma abordagem personalista. São Caetano do Sul: Difusão; 2a. Ed. 2017
         

Sorry, this entry is only available in Brazilian Portuguese. For the sake of viewer convenience, the content is shown below in the alternative language. You may click the link to switch the active language.

A Bioética é um estudo interdisciplinar que faz reflexões sobre a conduta humana e sobre as aplicações da tecnologia e da ciência na vida humana, no desenvolvimento da sociedade e do meio ambiente.

De um modo geral, nos estudos bioéticos são identificados o dilema ético em questão, os fatores mais relevantes que compõem esse dilema, quais os valores envolvidos  , quais as possíveis conseqüências e qual a melhor orientação a seguir.

Ao se trabalhar os temas procura-se não se transmitir valores acabados; o aluno é incentivado a pensar por si mesmo, a decidir usando sua autonomia e a estar aberto a novos conceitos e linhas de pensamento. Oferece-se um método de raciocínio/reflexão para solucionar dilemas éticos ao buscar considerar todos os aspectos da realidade e conciliá-los com o respeito à dignidade humana.

O ensino da Bioética na FOUSP desenvolve-se em dois momentos.

Em um primeiro, formatado como Disciplina regular e obrigatória de 04 créditos (ODS 0701), são tratados os seguintes temas:

  • Breve histórico da Bioética
  • Princípios e Fundamento da Bioética
  • Experimentação com seres humanos
  • Consentimento Assistencial/ Consentimento em Pesquisas
  • Humanização
  • Início de vida / Reprodução Assistida/ Aborto
  • Células-tronco
  • Morte e Luto/ Cuidados Paliativos/ Eutanásia

 

Ao final da disciplina de Bioética, o aluno deve ser capaz de:

  • Reconhecer dilemas éticos;
  • Identificar quais são os conflitos de valores envolvidos no problema;
  • Reconhecer os diferentes componentes da realidade como: o contexto social, o contexto histórico, político, cultural, econômico, as informações científicas, os valores, as crenças, etc;
  • Analisar criticamente a situação e apresentar um raciocínio lógico sobre uma possível solução para determinado dilema ético;
  • Tomar decisões conscientemente;
  • Avaliar criticamente o resultado de suas decisões.

 

Estratégias de ensino:

Além de aulas expositivas, utilizamos recursos de filmes que abordam temas bioéticos. Após as projeções, promovem-se debates e os alunos elaboram relatórios.

Faz-se uso da Plataforma Moodle como recurso auxiliar por meio da disponibilização de material de estudos de apoio, no formato de apostila eletrônica, o qual foi especialmente desenvolvido para os alunos de graduação e pode ser utilizado durante todo o curso de odontologia, prolongando o contato com a Bioética mesmo após o final da disciplina.

Também são desenvolvidas atividades de fóruns de debates e aulas não presenciais à distância. Em um segundo momento, formatado como Estágio de Bioética, focado na temática da Humanização, atividade optativa, para contagem de 04 créditos junto à Disciplina de Estágios Vivenciais.

Constitui-se de visitas a serviços clínicos, bem como atividades extramuros. Têm como objetivo vivenciar estes espaços na companhia do professor que age como facilitador na inserção e na familiarização com esses ambientes. Os alunos recebem orientações de como lidar com as dificuldades que naturalmente se apresentam, fomentando-se um olhar atento, positivo, ético e humanizado. Visa-se também dar suporte a pessoa do aluno quando do impacto emocional causado por estas realidades.

Após cada visita acontece roda de discussão com o professor buscando-se um juízo das experiências vividas. As atividades extramuros acontecem em comunidade com obra social que atende alunos do ensino médio. Ali promovem-se debates sobre temas bioéticos motivados por projeção de filmes. Os jovens e os universitários interagem, compartilhando conhecimentos. Também explora-se a interação com a parte midiática da universidade, através da produção de pequenos vídeos, “esquetes”, encenações bem-humoradas onde são retratadas de forma  burlesca situações testemunhadas nas atividades do estágio.

Referências mais utilizadas:

  • Ramos DLP, organizador. Fundamentos de odontologia: Bioética e ética profissional. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan; 2007.
  • Ramos DLP, organizador. Bioética, pessoa e vida – Uma abordagem personalista. São Caetano do Sul: Difusão; 2a. Ed. 2017

 

 

 

 

 

Skip to content