• Portaria Interna Pró-G 09-2013 que normatiza procedimentos para aplicação do Artigo 80 (retorno à USP}, após cancelamento de matrícula pelo Artigo 75 (itens li, Ili, IV e V)

Colação De Grau: Requerimento
Diploma:
[su_spoiler title="Faltas" style="fancy"] [/su_spoiler] [su_spoiler title="Pedidos de Dispensa de Disciplina" style="fancy"] Resolução CoG Nº 6612, de 13/09/2013 [/su_spoiler] [su_spoiler title="Matrícula" style="fancy"] [/su_spoiler] [su_spoiler title="Trancamento" style="fancy"]
  • Trancamento parcial: Quando a interrupção se verifica em uma ou mais disciplinas. Para tanto, o aluno deverá ter no mínimo 12 créditos restantes na matrícula e deverá obedecer ao prazo do Calendário Escolar. Faça download do documento
  • Trancamento total: Para tanto, o aluno deverá ter pelo menos 24 créditos cumpridos em seu currículo. A soma dos períodos de trancamento total não pode exceder dois anos, porém poderá ser prorrogado por mais um ano a critério da Comissão de Graduação. Se a solicitação for feita durante o transcurso do período letivo,o aluno deverá estar regularmente matriculado e não ter sido reprovado por faltas em disciplinas cuja soma de créditos ultrapasse 25% do total de créditos de sua matrícula no correspondente período letivo. Faça download do documento
[/su_spoiler] [su_spoiler title="Reativação " style="fancy"] Portaria FOUSP-10 de 06/11/95 O Diretor da Faculdade de Odontologia da Universidade de São Paulo, considerando o deliberado pela Comissão de Graduação e aprovado pela Congregação, em sessão de 30/10/95, resolve baixar a seguinte Portaria:
  • Artigo 1º – Serão desligados do quadro discente da Odontologia, os alunos que incidirem nos incisos I e II do artigo 76 do Regimento Geral da Universidade de São Paulo, ou seja:
  1. não obtiver aprovação em pelo menos 20% dos créditos em que se matriculou, nos quatro semestres anteriores;
  2. ultrapassar o prazo máximo de integralização do currículo do curso.
  • Artigo 2º – Os alunos desligados por força dos artigos 75 (incisos II, III e IV) e 76 (incisos I e II) do Regimento Geral da Universidade de São Paulo, poderão pleitear a reintegração ao curso no prazo estipulado pela Comissão de Graduação semestralmente e, no caso de deferimento, cumprirão as seguintes normas:
  1. matricular-se obrigatoriamente a cada semestre, sem exceção, até o final do curso;
  2. cursar o máximo possível de créditos por semestre, salvo casos excepcionais;
  3. obter aprovação em pelo menos 80% dos créditos matriculados no semestre;
  4. submeter-se à estrutura curricular vigente, cumprindo as adaptações que se fizerem necessárias.
Parágrafo único – O não cumprimento de qualquer uma das normas acima, implicará no desligamento do aluno.
  • Artigo 3º – Não será autorizado o trancamento total ou parcial de matrícula ao aluno que for reintegrado ao curso.
  • Artigo 4º – O aluno que tiver seu pedido de retorno indeferido, terá o prazo de 10 dias, a partir da ciência, para recorrer da decisão.
[/su_spoiler] [su_spoiler title="Transferência" style="fancy"] Transferência Interna Transferência Externa [/su_spoiler]

  • Portaria Interna Pró-G 09-2013 que normatiza procedimentos para aplicação do Artigo 80 (retorno à USP}, após cancelamento de matrícula pelo Artigo 75 (itens li, Ili, IV e V)

Colação De Grau: Requerimento


Diploma:


Faltas
Pedidos de Dispensa de Disciplina

Matrícula

Trancamento

Reativação