Entende-se por cancelamento de matrícula a cessação total de vínculos do aluno com a Universidade. O cancelamento voluntário de matrícula ocorrerá por transferência para outra instituição de ensino superior ou por expressa manifestação de vontade do aluno. O cancelamento de matrícula por ato administrativo ocorrerá:
  • por motivos disciplinares;
  • se for ultrapassado o prazo de três anos de trancamento total de matrícula;
  • se o aluno não se matricular por três semestres consecutivos;
  • se o aluno não obtiver nenhum crédito em quatro semestres consecutivos, excetuados os períodos de trancamento total;
  • se o aluno for reprovado por freqüência em todas as disciplinas em que se matriculou em qualquer um dos dois semestres do ano de ingresso;
  • se verificada a matrícula simultânea em cursos de graduação da USP e de outra instituição pública de ensino superior.
Os alunos que tiverem sua matrícula cancelada com fundamento nos itens II, III, IV e V do § 2º do art. 75 deste Regimento, poderão requerer seu retorno à USP, desde que devidamente justificadas as causas que provocaram o cancelamento. Quando o número de vagas para retorno for inferior ao número de pedidos, a Comissão de Graduação providenciará a seleção dos interessados, examinando o histórico escolar, tempo de afastamento e outros elementos que julgar convenientes. Permitida a reativação de matrícula, a CG estabelecerá as adaptações curriculares indispensáveis à reintegração do aluno (art. 80, RG). Fica condicionada à decisão da CG a matrícula do aluno que:
  • não obtiver aprovação em pelo menos vinte por cento dos créditos em que se matriculou nos quatro semestres anteriores;
  • não integralizar os créditos para a conclusão de seu curso no prazo máximo definido pela Congregação da Unidade (integral – 13 semestres e noturno – 18 semestres).

Entende-se por cancelamento de matrícula a cessação total de vínculos do aluno com a Universidade.

O cancelamento voluntário de matrícula ocorrerá por transferência para outra instituição de ensino superior ou por expressa manifestação de vontade do aluno.

O cancelamento de matrícula por ato administrativo ocorrerá:

  • por motivos disciplinares;
  • se for ultrapassado o prazo de três anos de trancamento total de matrícula;
  • se o aluno não se matricular por três semestres consecutivos;
  • se o aluno não obtiver nenhum crédito em quatro semestres consecutivos, excetuados os períodos de trancamento total;
  • se o aluno for reprovado por freqüência em todas as disciplinas em que se matriculou em qualquer um dos dois semestres do ano de ingresso;
  • se verificada a matrícula simultânea em cursos de graduação da USP e de outra instituição pública de ensino superior.

Os alunos que tiverem sua matrícula cancelada com fundamento nos itens II, III, IV e V do § 2º do art. 75 deste Regimento, poderão requerer seu retorno à USP, desde que devidamente justificadas as causas que provocaram o cancelamento.

Quando o número de vagas para retorno for inferior ao número de pedidos, a Comissão de Graduação providenciará a seleção dos interessados, examinando o histórico escolar, tempo de afastamento e outros elementos que julgar convenientes.

Permitida a reativação de matrícula, a CG estabelecerá as adaptações curriculares indispensáveis à reintegração do aluno (art. 80, RG).

Fica condicionada à decisão da CG a matrícula do aluno que:

  • não obtiver aprovação em pelo menos vinte por cento dos créditos em que se matriculou nos quatro semestres anteriores;
  • não integralizar os créditos para a conclusão de seu curso no prazo máximo definido pela Congregação da Unidade (integral – 13 semestres e noturno – 18 semestres).
Skip to content