Exame de Seleção para o Programa de Ciências Odontológicas


PERÍODO DE 31 de janeiro e 11 de fevereiro de 2022, para candidatos inscritos até 24/01/2022

DOCENTE Área de Concentração Nº DE VAGAS DATA SELEÇÃO
Profa. Dra. Fernanda Campos de Almeida Carrer Odontologia Forense e Saúde Coletiva 01 01/02/2022 – 14 horas
Profa. Dra. Maria Ercilia de Araujo Odontologia Forense e Saúde Coletiva 01 01/02/2022 – 14 horas
Profa. Dra. Maria Gabriela Haye Biazevic Odontologia Forense e Saúde Coletiva 03 01/02/2022 – 14 horas
Prof. Dr. Rodolfo Francisco Haltenhoff Melani Odontologia Forense e Saúde Coletiva 02 01/02/2022 – 14 horas
Prof. Dr. Marcelo José Strazzeri Bönecker Odontopediatria e Ortodontia 01 07/02/2022 – 9 horas
Profa. Dra. Marina Helena Cury Gallottini Patologia Oral e Maxilofacial e Pacientes Especiais 02 03/02/2022 – 9h30
Prof. Dr. Fabio Daumas Nunes Patologia Oral e Maxilofacial e Pacientes Especiais 01 03/02/2022 – 9h30
Profa. Dra. Luciana Corrêa Patologia Oral e Maxilofacial e Pacientes Especiais 03 03/02/2022 – 9h30
Profa. Dra. Marinella Holzhausen Caldeira Periodontia 01 10/02/2022 – 8h30
Prof. Dr. Reinaldo Brito e Dias Reabilitação em Odontologia 01 10/02/2022 – 16 horas

 

Edital de Inscrição

Publicado no Diário Oficial em 14/12/2021 – Seção I pág. 97

 

  1. INSCRIÇÃO para o Programa de Pós-Graduação em Ciências Odontológicas – Áreas de concentração em: Cirurgia e Traumatologia Buco-Maxilo-Faciais; Odontologia Forense e Saúde Coletiva; Odontopediatria e Ortodontia; Patologia Oral e Maxilofacial e Pacientes Especiais; Periodontia; Reabilitação em Odontologia.

1.1. Período: As inscrições para Mestrado (ME), Doutorado Direto (DD) e Doutorado (DO) serão recebidas em fluxo contínuo a partir de 10/01/2022 até 14/11/2022. Os exames de seleção poderão acontecer a qualquer tempo na forma de fluxo contínuo, para inscritos até uma semana antes do exame, porém cinco datas de exame de seleção já estão pré-agendadas, conforme item 2 ou poderão ocorrer de maneira NÃO-PRESENCIAL por meio eletrônico em alguma plataforma de reunião virtual. O(a) candidato(a) receberá a senha de acesso no horário agendado para a realização do exame.

1.2. Local: ENVIAR SUA INSCRIÇÃO, COM TODA DOCUMENTAÇÃO DO ITEM 1.3, para o e-mail posfo@usp.br

Enviar e-mail ÚNICO com toda documentação exigida, anexar os arquivos em formato PDF. ATENÇÃO ao anexar toda documentação exigida, para que sua inscrição não seja indeferida.

1.3. Documentos exigidos para inscrição:

– Requerimento para inscrição, Requerimento-de-Inscrição-para-cursos-de-Mestrado-Acadêmico-e-Doutorado

– Cópia legível do Registro Geral (carteira de identidade). A CNH e Identidade Profissional não são considerados documentos válidos para este processo;

– Estrangeiros: cópia legível do Registro Nacional Migratório (RNM) ou passaporte;

– Cópia da Certidão de Nascimento ou Casamento;

– Cópia legível do Cadastro de Pessoa Física (CPF);

– Cópia legível do Diploma de Graduação, com registro do MEC (frente e verso). Na falta do diploma, apresentar declaração da instituição de origem, com data recente, constando a data em que ocorreu a colação de grau. O candidato cursando o último semestre da graduação está desobrigado de apresentar o Diploma ou a Declaração de Conclusão do curso no ato da inscrição, porém, um desses documentos será imprescindível para a efetivação da matrícula, caso o candidato seja classificado;

– Cópia do Histórico Escolar do Curso de Graduação;

– Candidatos ao Curso de Doutorado que obtiveram seus títulos de mestre fora da USP devem apresentar cópia do diploma de Mestre com a Portaria MEC de credenciamento do Programa (frente e verso) e cópia do Histórico Escolar do Curso de Mestrado;

– Curriculum Lattes atualizado, disponível no acesso público do CNPq (http://lattes.cnpq.br/);

– Cadastro no Researcher ID, Google Acadêmico e ORCID;

– Proficiência em Inglês (válido por 5 anos): a Comissão de Pós-Graduação aceita os testes relacionados com a pontuação mínima de: TOEFL/ITP (Paper) – Mestrado: 430 / Doutorado: 450; TOEFL/IBT (Internet) – Mestrado: 39 / Doutorado: 45; IELTS – 6,0, CAMBRIDGE: FCE B2;

– Apresentação de 01 cópia do projeto de pesquisa para candidatos ao Doutorado, Doutorado Direto e Mestrado;

– Comprovante do pagamento de taxa de inscrição no valor de R$ 150,00 (cento e cinqüenta reais) através do boleto emitido em http://www.fo.usp.br/boleto/pos/cienciasodontologicas. Pessoas estrangeiras sem CPF poderão efetuar o pagamento na tesouraria da Faculdade – NÃO HAVERÁ DEVOLUÇÃO DA TAXA DE INSCRIÇÃO EM HIPÓTESE ALGUMA.

 

  1. EXAME DE SELEÇÃO: Para ingressar no Programa de Pós-Graduação em Ciências Odontológicas, o candidato será submetido a processo de seleção, estando pré-agendados os seguintes períodos:

2.1. Primeiro Período: entre 31 de janeiro e 11 de fevereiro de 2022, para candidatos inscritos até 24/01/2022;

2.2. Segundo Período: entre 04 e 14 de abril de 2022, para candidatos inscritos até 28/03/2022;

2.3. Terceiro Período: entre 13 e 24 de junho de 2022, para candidatos inscritos até 06/06/2022;

2.4. Quarto Período: entre 12 e 23 de setembro de 2022, para candidatos inscritos até 05/09/2022;

2.5. Quinto Período: entre 21 de novembro e 02 de dezembro de 2022, para candidatos inscritos até 14/11/2022.

  1. DO PROCESSO SELETIVO: Os candidatos serão avaliados, em caráter classificatório, através de uma prova escrita (peso 3), da defesa do projeto de pesquisa (peso 3) e análise e arguição do seu Currículo Lattes (peso 4), que serão detalhadas a seguir:

3.1. Prova Escrita: Interpretação de texto científico da área de concentração e/ou avaliação de conhecimentos específicos da área. A prova escrita é realizada com o objetivo de medir a capacidade de interpretação de texto, poder de síntese do candidato e conhecimento de questões relativas aos tópicos da área de concentração. É uma prova classificatória (e não eliminatória) na qual será avaliada também a capacidade de redigir e organizar ideias.

3.2. Projeto de Pesquisa: O candidato deverá apresentar um projeto de pesquisa vinculado a uma linha de Pesquisa de um docente do Programa. Este projeto deve conter uma breve introdução, os objetivos a serem alcançados, a metodologia a ser utilizada, cronograma e bibliografia. O projeto não deve ultrapassar 20 páginas no formato A4, Arial, fonte 12. Vale ressaltar que este projeto de pesquisa será julgado quanto à qualidade de sua elaboração, relevância, originalidade e exequibilidade, sendo sua avaliação classificatória. Será atribuída uma nota de 0 (zero) a 10 (dez) para os seguintes itens: interesse do orientador em executar o projeto, organização e qualidade de redação, relevância para o Curso de Pós-graduação, originalidade, exequibilidade, lógica e embasamento teórico. A média aritmética será obtida e uma nota de 0 (zero) a 10 (dez) será atribuída.

3.3. Currículo Lattes (Análise do Currículo): Esta análise compilará atividades intelectuais e acadêmicas de relevância, dos últimos 5 anos, como por exemplo número de artigos científicos publicados, de resumos de Congresso publicados em periódicos ou anais; livros e capítulos de livro, participação em programas de Iniciação Científica, atuação como professor em Instituição de Ensino Superior (IES), dentre outras atividades considerados relevantes pela Comissão Julgadora.

 

Será considerado aprovado o candidato que ao final do processo seletivo, tiver obtido média final igual ou superior a 7,0 (sete) numa escala de 0 (zero) a 10 (dez). No entanto como o Programa contém número limitado de vagas, ingressarão os melhores colocados até o preenchimento do número de vagas. Em caso de empate, o desempate levará em consideração as notas obtidas nos quesitos: Projeto de pesquisa, publicações completas internacionais e prova escrita, respectivamente.

 

Durante a realização das provas, não será permitido ao candidato utilizar aparelhos eletrônicos de qualquer espécie ou qualquer aparelho que possibilite a comunicação com o ambiente externo à sala de realização das provas, devendo os equipamentos ser desligados, sob pena de desclassificação e eliminação do processo seletivo.

 

A não realização de pelo menos uma das provas elimina automaticamente o candidato. Todas as avaliações serão aplicadas e corrigidas pela banca julgadora composta por professores de cada área de concentração do Programa de Pós-graduação em Ciências Odontológicas da FOUSP. O candidato poderá interpor recurso ou pedido de revisão das notas em até 07 (sete) dias após a divulgação dos resultados. A CCP reserva-se o direito de resolver os casos omissos e as situações não previstas no presente Edital.

 

  1. NÚMERO DE VAGAS: o número de vagas será determinado para cada período de seleção de acordo com a disponibilidade de orientadores nas respectivas áreas de concentração e publicado no site do programa www.fo.usp.br/pos – Ciências Odontológicas – Processo Seletivo. O número de vagas não está vinculado à disponibilidade de bolsas.

 

  1. MATRÍCULA

O candidato aprovado terá o prazo máximo de seis meses para efetuar a matrícula.

 

  1. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS:

6.1. Cirurgia e Traumatologia Buco-Maxilo-Faciais

Cirurgia oral e maxilofacial contemporânea, James R Hupp; Edward Ellis; Myron R Tucker; Adriana Fernandes Ferreira. Rio de Janeiro Elsevier: 2009

Cirurgia Bucodento alveolar 2a Edição Sarvier 2004. Gregori C, Campos AC

Journals:

– International Journal of Oral & Maxillofacial Surgery

– International Journal of Oral and Maxillofacial Implants

– Journal of Crânio-maxilo-facial Surgery

– Oral Surgery Oral Medicine Oral Pathology

– British Journal Oral Surgery

 

6.2 – Odontologia Forense e Saúde Coletiva

Livros:

ROVIDA, T. A. S.; GARBIN, C. A. S. Noções de Odontologia Legal e Bioética. 1. ed. Artes Médicas, 2013. v. 1. ISBN 9788536702094.

VANRELL, J.P. Odontologia Legal e Antropologia Forense. 2a ed. Guanabara Koogan. 2009. ISBN 9788527715485.

DARUGE, E.; DARUGW JR, E.; FRANCESQUINI JR, L. Tratado de Odontologia Legal e Deontologia. 1a ed. Santos. ISBN 9788527730631.2016.

SILVA, M. Compêndio de Odontologia Legal. Medsi, 1997. ISBN 8571991464.

Legislação CONSELHO FEDERAL DE ODONTOLOGIA. Código de ética odontológica, Rio de Janeiro, 2003.

BRASIL. LEI 5.081, DE 24 DE AGOSTO DE 1966. Regula o Exercício da Odontologia.

Teses:

Thiago Leite Beaini. Espessura de tecidos moles nos diferentes tipos faciais com finalidade de reconstrução forense: estudo em tomografias cone-beam.. 2013. Tese (Doutorado em Área de concentração em Odontologia Legal) – Faculdade de Odontologia da USP, Orientador: Rodolfo Francisco Haltenhoff Melani. Disponível em: http://www.teses.usp.br.

Silvia Virginia Tedeschi Oliveira. Reconstrução facial forense: projeção nasal. 2010. Tese (Doutorado) – Faculdade de Odontologia da USP. Orientador: Rodolfo Francisco Haltenhoff Melani. Disponível em: http://www.teses.usp.br.

Ismar Eduardo Martins Filho. Relação entre medidas dentárias e sexo: estudo em brasileiros. 2013. Tese (Doutorado) – Orientador: Edgard Michel Crosato. Faculdade de Odontologia da USP. Disponível em: http://www.teses.usp.br.

Janaina Paiva Curi Cherulli. “Metodologia para obtenção de imagens periapicais por meio da manipulação de tomografias computadorizadas de feixe cônico para fins forenses”. 2016. Dissertação (Mestrado em Ciências Odontológicas) – Faculdade de Odontologia da USP. Orientador: Edgard Michel Crosato. Disponível em: http://www.teses.usp.br.

Alexandre Raphael Deitos. Estimativa da idade em adultos jovens. 2011. Tese (Doutorado em Prog. de Pós-Graduação em Ciências Odontológicas) – Faculdade de Odontologia da USP, Orientador: Maria Gabriela Haye Biazevic. Disponível em: http://www.teses.usp.br.

Alana de Cássia Silva Azevedo. Estimativa da idade em adultos através do estudo de radiografias periapicais. 2016. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Ciências Odontológicas) – Faculdade de Odontologia da USP. Orientador: Maria Gabriela Haye Biazevic. Disponível em: http://www.teses.usp.br.

ANDRADE, S.M.; SOARES, D.A.; CORDONI JR, L. Bases da saúde coletiva. Edição revista e ampliada. Editora: EDUEL. 2017. ISBN: 9788572169219

MOYSES, SAMUEL JORGE E PAULO S. Planejamento, Gestão e Avaliação em Saúde Bucal. Artes Médicas. ISBN 9788536701707.

MOYSÉS, S.; KRIGER, L.; MOYSÉS, S.J. Saúde Bucal das Famílias Trabalhando com Evidências. 1a ed.; 2008. Artes Médicas. ISBN: 9788536700762.

PEREIRA, A. C.. Tratado de Saúde Coletiva em Odontologia. Nova Odessa: Editora Napoleão Ltda, 2009. ISBN: 9788560842131.

FIQUEIREDO, N.; GOES, P.S.A.; MARTELLI, P. Os caminhos da saúde bucal no Brasil. Um olhar qual e quanto sobre os Centro de Especialidade Odontológicas (CEO) no Brasil. Recife: Universidade Federal de Pernambuco. 2016. ISBN: 9788541508438.

ANTUNES, J.L.; PERES, M.A. Fundamentos de Odontologia – Epidemiologia da Saúde Bucal. Santos editor. 2a ed., 2013. ISBN: 9788541202725.

 

6.3 – Odontopediatria e Ortodontia

GUEDES-PINTO, A.C. Odontopediatria. 9ed. São Paulo; Santos, 2016

CORRÊA, M.S.N.P. Odontopediatria na Primeira Infância – Uma visão multidisciplinar. 4ed. São Paulo; Quintessence, 2017

BÖNECKER et al. Odontopediatria. Evidências científicas para a conduta clínica em bebês e pré-escolares. 1ed. São Paulo; Quintessence, 2018

International Journal Paediatric Dentistry

Pediatric Dentistry

European Journal Paediatric Dentistry.

Enlow H. Manual de crescimento facial. 3a ed. São Paulo: Artes édicas; 1993.

Graber LM; VARNASDALL, R; VIG, K. Ortodontia: Princípios e Técnicas Atuais. 5a ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan; 2012.

Interlandi S. Ortodontia. 5a ed. São Paulo: Artes Médicas; 2002.

Moyers RE. Ortodontia. 4a ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan; 1991.

Proffit WR. Ortodontia contemporânea. 5a ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2013.

HULLEY, S e Colaboradores. Delineando a Pesquisa Clínica.4 ed. ArtMed. 2015.

Grubb J, Evans C. Orthodontic management of dentofacial skeletal deformities. Clin Plast Surg.;34(3):403-15 Jul. 2007.

Liou EJ, Chen PH, Wang YC, Lin JC. A computed tomographic image study on the thickness of the infrazygomatic crest of the maxilla and its clinical implications for miniscrew insertion. Am J Orthod Dentofacial Orthop. 131(3):352-6, Mar, 2007.

Liu H, Wu X, Yang L, Ding Y. Safe zones for miniscrews in maxillary dentition distalization assessed with cone-beam computed tomography. Am J Orthod Dentofacial Orthop.;151(3):500-506, Mar. 2017.

Yang X, Xue C, He Y, Zhao M, Luo M, Wang P, Bai D. Transversal changes, space closure, and efficiency of conventional and self-ligating appliances: A quantitative systematic review. J Orofac Orthop. Nov. 2017.

 

6.4 – Patologia Oral e Maxilofacial e Pacientes Especiais

Neville BW, Damm DD, Allen CM, Chi AC. Patologia Oral e Maxilofacial. Tradução da 4ª ed. Elsevier: 2016, 912p.

Regezi JA, Sciubba JJ, Jordan RCK. Patologia oral: correlações clinicopatológicas. 7ª ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2017, 402.p.

Sapp JP, Eversole LR, Wysocki GP. Contemporary oral and maxillofacial pathology. 2ª ed. St. Louis: C.V. Mosby, 2003, 464p.

Greenberg, Glick, Ship. Burket’s Oral Medicine 11° Ed; Bcdecker Inc Hamilton

Santos PSS & Soares Júnior LAV. Medicina Bucal –A Prática na Odontologia Hospitalar. 1 Ed; Santos.2012, 315p.

 

6.5 – Periodontia

Avaliação de conhecimentos atuais sobre a área de Periodontia e Implantodontia

Lindhe J, Lang NK. Tratado de Periodontia Clínica e Implantologia Oral. Editora Guanabara Koogan; Edição: 6ª. 1312 páginas. 2018.

 

6.6. – Reabilitação em Odontologia

Beumer III J, Marunick MT, Esposito SJ. Chicago: Quintessence Publising Co. 452p., 2011.

Carvalho, JCM, Dias, RB., André, M, Mattos, BSC, Crivello Junior, O. Reabilitação protética protética craniomaxilofacial. São Paulo: Editora Santos, 2013, v.1. p.184.

Cobein MV, Coto NP, Crivello Junior O, Lemos JBD, Vieira LM, Pimentel ML, Byrne HJ, Dias RB. Retention systems for extraoral maxillofacial prosthetic implants: a critical review. Br J Oral Maxillofac Surg. 2017 Oct;55(8):763-769.

Coto NP, Meira JB, Brito e Dias R, Driemeier L, de Oliveira Roveri G, Noritomi PY. Assessment of nose protector for sport activities: finite element analysis. Dent Traumatol. 2012 Apr;28(2):108-13.

Dias RB, Coto NP. Odontologia do Esporte: uma abordagem multiprofissional. Editora Medbook. 186p. 2014.

Dias, RB; Rezende, JRV; Oliveira, J. Prótese Buco Maxilo Facial. Conceitos básicos e Práticas de Laboratório. São Paulo: Sarvier, 1986

Kignel S. Estomatologia – bases do diagnóstico para o clínico geral. 2 ed. São Paulo: Editora Santos, 2013.

Mélega, JM. Cirurgia plástica: os princípios e a atualidade. Rio de Janeiro, Medsi 2011, 1332p.

Rezende JRV; Dias, RB . Fundamentos da Prótese Buco Maxilo Facial. 1. ed. São Paulo: Sarvier, 1997. v. 1. 212p.

Livros:

Odontologia Multidisciplinar: O paciente no Centro das Atenções – Rosely Cordon; Dalva Cruz Laganá; Newton Sesma. Editora Elsevier

Reabilitações Orais com Implantes Osteointegrados em Casos de Maior Complexidade – Editora Napoleão -Ivete Mattias Sartori, Luis Eduardo M. Padovan, Ana Cláudia Moreira Melo, Leandro Klüppel e Sérgio Rocha Bernardes.

Implantes: Da Cirurgia à Reabilitação Oral -Mauro Tosta , Gastão Soares de Moura Filho. Editora Dental Press.

Prótese Sobre Implante: Baseado em Evidências Científicas -Eduardo Piza Pellizzer, Estevão Tomomitsu Kimpara e Eduardo Miyashita. Editora Napoleão.

Prótese Fixa: Bases Para o Planejamento em Reabilitação Oral-Luiz Fernando Pegoraro; Accácio Lins do Valle; Carlos dos Reis Pereira de Araújo; Gerson Bonfante; Paulo Cesar Rodrigues Conti.

Atlas de Prótese Parcial Removível. Todescan, R; Silva, EEB; Silva, OJ. São Paulo: Santos, 1996. 345 p

Zanetti, A.L.; Laganá, D.C. Planejamento: Prótese Parcial Removível. São Paulo: Sarvier, 1996. 147 p.

Stegun, Roberto C.; Costa, Bruno – Prótese Removível- Método – São Paulo – ROCA, 2010

Prótese Total – Convencional e sobre Implantes. Daniel Telles. Editora Gen Santos. VM Cultural. 1ed.São Paulo, 2014, v. 1, p. 180-205.

Tamaki, T. Dentaduras Completas, 4a. ed. Rev. e ampl. São Paulo, Sarvier 1983.

Tamaki, T; Tamaki, S. T. Prática de Laboratório – Dentaduras Completas, São Paulo – Sarvier, 1980.

Tamaki, T. A. T. M. – Noções de Interesse Protético. 2a. ed. São Paulo – Sarvier, 1981.

Risk management and the safe use of laser technology. In: Patrícia M. Freitas; Alyne Simões. (Org.). Laser in Dentistry Guide for Clinical Practice. 1ed.Iowa: Wiley Blackwell, 2015, v. 1, p. 56-61.

Laser de baixa potência – princípios básicos e aplicações clínicas na odontologia. São Paulo: Elsevier Editora Ltda, 2012, v. 1, p. 227-240. CORDON, R. ; YAMASHITA, C. ; LAGANÁ, D. C. .

Oclusão – Tratamento das desordens temporo mandibulares e Oclusão. Jeffrey P Okeson. Editora Mosby- Elsevier 7ª Ed.

Periódicos:

Journal of Prosthetic Dentistry

Clinical Implant Dentistry and Related Research

Clinical Oral Implants Research

Journal of Clinical Dentistry and Research

Journal of Dentistry

Journal of Esthetic and Restorative Dentistry

The Open Dentistry Journal

The International Journal of Oral and Maxillofacial Implants

The Journal of Craniofacial Surgery

Journal of Prosthodontics

Oral Health and Dental Management

The Journal of Oral Implantology

Brazilian Oral Research

Brazilian Dental Journal

Skip to content