Linhas e Projetos de Pesquisa do Programa de Pós-Graduação em Ciências Odontológicas

Terapêutica Cirúrgica Bucomaxilofacial

Essa linha de pesquisa refere-se a área de Cirurgia e Traumatologia Buco-Maxilo-Faciais e possui os seguintes projetos:

Projeto 1: Estudos in vitro e in vivo sobre os Efeitos Biológicos de Biomateriais, Medicamentos e Intervenções Terapêuticas
Descrição: Desenvolvimento de estudos pré-clínicos empregando métodos de cultivo celular ou de experimentação animal, os efeitos de biomateriais, dispositivos, substâncias e intervenções utilizados para a regeneração de tecidos e melhoria do processo de reparação tecidual.
Responsável: Maria Cristina Zindel Deboni (docente)

Projeto 2: Avaliação dos Efeitos de Procedimentos Terapêuticos no Pré, Trans e Pós-operatório de Cirurgias Bucomaxilofaciais
Descrição: Desenvolvimento de ensaios clínicos para o estudo dos efeitos terapêuticos de medicamentos e intervenções nos momentos pré trans e pós-operatórios de cirurgias bucomaxilofaciais e nos tratamentos de fraturas da face.
Responsável: Maria da Graça Naclério-Homem (docente)

Projeto 3: Diagnóstico, Casuística, Planejamento e Tratamento de Lesões Odontogênicas e de Traumatismos na Face
Descrição: Desenvolvimento de estudos clínicos retrospectivos e prospectivos quanto os aspectos demográficos epidemiológicos, clínicos, condutas de diagnóstico e tratamento de doenças e lesões de origem odontogênica e dos traumatismos da face. Estudar metodologias inovadoras para o diagnóstico e planejamento cirúrgico por imagem e avaliar os desfechos das terapêuticas cirúrgicas utilizadas nos tratamentos das afecções odontológicas e maxilofaciais.
Responsável: João Gualberto de Cerqueira Luz (docente)

Projeto 4: Terapias voltadas à regeneração óssea
Descrição: Linha de pesquisa que investiga estratégias terapêuticas para o tratamento de defeitos ósseos, visando a regeneração do tecido. Os estudos são desenvolvidos com uma abordagem translacional e estão relacionados nos seguintes temas: cultura de células-tronco, osteoblastos e osteoclastos, biomateriais, fatores de crescimento, engenharia de tecido ósseo e terapia celular, utilizando modelos experimentais in vitro e in vivo.
Responsável: Emanuela Prado Ferraz (docente)

Antropologia, perícias e bioética

O objetivo desta linha de pesquisa é avaliar técnicas para realização de perícias nos diferentes campos de atuação da área odontológica (civil, criminal, administrativo/ético e trabalhista), levando em consideração aspectos bioéticos da educação em Odontologia.

Essa linha de pesquisa refere-se a área de Odontologia Forense e Saúde Coletiva e possui os seguintes projetos:

Projeto 1: Antropologia Física e Aspectos Anatômicos da População Brasileira
Descrição: O objetivo deste projeto é estudar características peculiares da população brasileira e compará-las com outras populações, no que se refere ao seu potencial para identificação humana com finalidade forense.
Responsável: Edgard Michel Crosato (docente)

Projeto 2: Reconhecimento e Reconstrução Facial Forense
Descrição: Reconstrução facial forense é uma técnica utilizada com a finalidade de reconhecimento e posterior identificação, nas situações em que inexiste uma identidade atribuível ao esqueleto submetido à perícia médico-legal. Técnicas de reconhecimento facial para registros oficiais também oferecem inestimável valor. O objetivo deste projeto é permitir o desenvolvimento de parâmetros e de equipamentos para reconhecimento e reconstruções faciais, permitindo auxílio à Justiça nos casos em que existe tal necessidade.
Responsável: Rodolfo Francisco Haltenhoff Melani (docente)

Projeto 3: Estimativa da Idade para Finalidade Forense
Descrição: Estimar a idade de um indivíduo pode desempenhar importante papel nos processos de identificação humana. O objetivo deste projeto é testar técnicas para realizar as estimativas em adultos e crianças brasileiros, permitindo auxílio à Justiça nos casos em que existe tal necessidade.
Responsável: Maria Gabriela Haye Biazevic (docente)

Projeto 4: Valoração do Dano Pessoal e suas Implicações Periciais
Descrição: O dano corporal pode ser de natureza cível, penal, trabalhista e administrativa, sendo que nos casos de natureza cível a indenização é medida pela extensão do dano e, portanto, parâmetros de dano clinicamente avaliáveis bem como o patrimônio estético devem ser adequadamente valorados para uma reparação integral do dano corporal. Independentemente da natureza do dano, no meio pericial Brasileiro ainda há falta de padronização de conceitos, métodos e linguagem, sendo o desenvolvimento de protocolos fundamental para o estabelecimento indenização mais equânimes. O objetivo deste projeto é desenvolver e validar métodos e instrumentos de analises do dano corporal com intuito de trazer maior objetividade as perícias e fundamentação científica para as condutas.
Responsável: Rogério Nogueira de Oliveira (docente)

Políticas públicas, educação e epidemiologia

Políticas públicas de saúde e evolução das condições de saúde bucal da população, por meio de estudos epidemiológicos em saúde bucal e análise da qualidade de vida. Formação de recursos humanos em Odontologia.

Essa linha de pesquisa refere-se a área de Odontologia Forense e Saúde Coletiva e possui os seguintes projetos:

Projeto 1: Epidemiologia, Qualidade de Vida e Desigualdades Sociais em Saúde Bucal
Descrição: Estudo dos agravos à saúde bucal de pessoas na comunidade, com o objetivo de analisar sua ocorrência, distribuição espacial, impacto na qualidade de vida e sua relação com as condições socioeconômicas.
Responsável: Edgard Michel Crosato (docente)

Projeto 2: Educação Odontológica e Formação em Saúde
Descrição: Novas tecnologias têm sido utilizadas para o desenvolvimento de estratégias de ensino-aprendizagem em diversas áreas do conhecimento. Na Odontologia, alterações curriculares e operacionais tem viabilizado a adaptação às novas demandas do mundo contemporâneo. O objetivo do projeto é estudar estratégias que viabilizem maior aproveitamento nas atividades de ensino-aprendizagem. A formação de recursos humanos em Odontologia e o constante acompanhamento da evolução de suas atividades profissionais também são analisados neste projeto, por meio da análise do perfil da atividade profissional de cirurgiões-dentistas e profissões auxiliares tanto no setor público quanto no privado, em seu envolvimento em atividades individuais e coletivas, e na gestão de recursos humanos, financeiros, de qualidade e avaliação dos estabelecimentos de serviços odontológicos públicos e privados.
Responsável: Maria Ercilia de Araujo (docente)

Projeto 3: Políticas Públicas e Saúde Bucal Coletiva
Descrição: A execução de projetos de alcance coletivo é o objetivo deste Projeto, que visa atender a populações com diversas necessidades de atenção à saúde bucal, bem como avaliar o desempenho dessas ações na melhoria das condições de saúde da comunidade e na formulação de políticas públicas de saúde.
Responsável: Fernanda Campos de Almeida Carrer (docente)

Promoção de saúde bucal em crianças e adolescentes

O objetivo dessa linha de pesquisa é estudar os principais agravos bucais na dentição decídua e permanente nos contextos epidemiológico, educacional, clínico e laboratorial buscando promover a saúde bucal do paciente infantil e adolescente

Essa linha de pesquisa refere-se a área de Odontopediatria e Ortodontia e possui os seguintes projetos:

Projeto 1: Impacto dos Agravos de Saúde Bucal nas Dentições Decídua e Permanente e na Qualidade de Vida
Descrição: O objetivo deste projeto é investigar aspectos epidemiológicos de agravos bucais, como a cárie dentária, injúrias traumáticas, má oclusões e outras lesões relacionadas aos tecidos duros dos dentes, bem como o impacto e a repercussão desses agravos na saúde e qualidade de vida de crianças e adolescentes.
Responsável: Marcelo José Strazzeri Bönecker (docente)

Projeto 2: Diagnóstico e Decisão de Tratamento dos Agravos de Saúde Bucal
Descrição: Os agravos de saúde bucal em crianças e adolescentes são sabidamente importantes de serem diagnosticados, para que a melhor conduta de tratamento seja proposta. Embora essa etapa de diagnóstico pareça ser óbvia, envolve um processo hipotético-dedutivo complexo, que irá nortear a tomada da melhor decisão de tratamento focada no agravo em questão. Diante desse panorama, o objetivo do projeto será investigar, tanto nos contextos epidemiológico e clínico, diferentes métodos e sistemas para detecção e avaliação de agravos comuns na infância e adolescência, como por exemplo, cárie dentária, traumatismos dentais, erosão dentária e má oclusões, bem como, construir a melhor evidência disponível para as melhores decisões de tratamento para resolução de tais agravos em ambos os contextos estudados.
Responsável: Fausto Medeiros Mendes (docente)

Projeto 3: Políticas públicas para o desenvolvimento infantil integral, formação na saúde, educação Interprofissional, desenvolvimento de novas abordagens e recursos educacionais, educação e atenção à saúde mediadas por tecnologia e saúde digital.
Descrição: O objetivo deste projeto é o de, explorar e avaliar novas possibilidades na construção de conteúdos e abordagens educacionais, incluindo o aprendizado mediado por tecnologia, aplicado à educação em saúde, que é direcionada à criança, seu núcleo familiar e à comunidade, e aplicado também à educação na saúde, que é direcionada aos cirurgiões dentistas e demais profissionais de saúde. Tem também como objetivo desenvolver estudos relacionados à educação e trabalho na saúde, com ênfase na educação interprofissional, bem como na educação e atenção à saúde mediadas por tecnlogia e envolvendo temas emergentes na saúde digital. Os temas em estudo são considerados na sua interface com a formulação, gestão e avaliação de políticas públicas.
Responsável: Ana Estela Haddad (docente)

Projeto 4: Ensaios Clínicos e Laboratoriais de Materiais Odontológicos Utilizados em Odontopediatria
Descrição: Esse projeto tem como objetivo avaliar por meio de ensaios clínicos randomizados ou ensaios laboratoriais o comportamento de diferentes materiais restauradores e dentários utilizados em Odontopediatria, com o objetivo de tentar predizer o comportamento clínico desses a longo prazo. Também são realizadas revisões sistemáticas sobre os temas estudados, levando a maior compreensão das evidências científicas existentes e guiando a possibilidade e necessidade de realização de futuros trabalhos.
Responsável: Daniela Prócida Raggio (docente)

Projeto 5: Pacientes com Necessidades Especiais – Estudo de Condições sistêmicas gerais e os possíveis agravos relacionados à saúde Bucal
Descrição: Esse projeto tem por objetivo avaliar uma possível associação entre as diversas patologias gerais observadas em crianças e adolescentes e os agravos de saúde bucal, estabelecendo propostas de tratamento adequadas à essa população.
Responsável: Ana Lídia Ciamponi (docente)

Projeto 6: Impacto e diferentes abordagens para tratamento de doenças bucais – implicações clínicas e para o ensino
Descrição: Esse projeto tem o objetivo de explorar o impacto de alguns tratamentos usualmente empregados em Odontopediatria, tanto em termos de seu efeito (eficácia/efetividade), como também focando em seu impacto econômico e em desfechos centrados no paciente. É também uma proposta corrente a criação de subsídios para que se contribua com a construção as melhores evidências científicas no tópico, mas também com formas de disseminação a graduandos e profissionais graduados sobre a aplicação clínica de tais conceitos.
Responsável: Mariana Minatel Braga (docente)

Projeto 7: Traumatismo dental e suas repercussões para as dentições
Descrição: Neste projeto estão os trabalhos que abordam traumatismo dentais em dentes decíduos e permanentes e suas repercussões para as dentições. Englobando educação, prevenção, epidemiologia, diagnóstico, tratamento e repercussões.
Responsável: Márcia Turolla Wanderley (docente)

Aplicação de métodos de diagnóstico e tratamento em ortodontia

A presente linha de pesquisa tem como objetivo avaliar por meio de ensaios biomecânicos e estudos clínicos o desempenho e o comportamento mecânico de dispositivos empregados na confecção de aparelhos ortodônticos e ortopédicos. Também é importante a avaliação dos métodos de diagnóstico que possam ser empregados para melhor decisão de tratamento, bem como para avaliar as alterações dento-esqueléticas que podem ocorrer após o tratamento ortodôntico empregando diversos recursos e metodologias.

Essa linha de pesquisa refere-se a área de Odontopediatria e Ortodontia e possui os seguintes projetos:

Projeto 1: Diagnóstico e Biomecânica Utilizada no Tratamento das Deformidades Dentofaciais
Descrição: Esse projeto tem a finalidade de analisar os resultados da biomecânica utilizada na movimentação dentária e esquelética no tratamento dos desequilíbrios dentofaciais, associado a procedimentos cirúrgicos ou não, com aparelhos fixos ou removíveis.
Responsável: José Rino Neto (docente)

Projeto 2: Estudo Laboratorial para Avaliar a Biomecâmica do Movimento Ortodontico Utilizando Diferentes Tipos de Acessórios
Descrição: Esse projeto tem a finalidade de analisar por meio de ensaios biomecânicos, utilizando material em vitro ou de animais, o desempenho biomecânico de diferentes tipos de fios ortodônticos, acessórios ou dispositivos empregados na correção dos desequilíbrios dentofaciais, ao utilizar aparelhos fixos ou removíveis.
Responsável: João Batista de Paiva (docente)

Projeto 3: Avaliação da Eficiência e/ou da Eficácia de Diferentes Métodos Aplicados nos Tratamentos Ortodônticos
Descrição: Esse projeto tem a finalidade de avaliar, por meio de estudos clínicos ou em animais, a eficácia, a eficiência e as alterações da sintomatologia da face, dos tecidos de suporte da posição dos dentes quando utilizado a fotomodulação e ou marcadores relacionados à dor e à osteoclastogênese.
Responsável: Gladys Cristina Domiguez-Morea (docente)

Epidemiologia, etiopatogenia, diagnóstico e tratamento das doenças do complexo maxilofacial

Esta linha tem como objetivo estudar os aspectos moleculares, celulares e morfológicos das doenças que acometem o complexo maxilo mandibular, bem como aprofundar o conhecimento dos temas médicos relacionados com a odontologia, especialmente avaliando o impacto de condições e doenças bucais na saúde geral do indivíduo e vice e versa.

Essa linha de pesquisa refere-se a área de Patologia Oral e Maxilofacial e Pacientes Especiais e possui os seguintes projetos:

Projeto 1: Estudo Morfofuncional e Biomarcadores das Lesões Orais e Maxilofaciais
Descrição: Esse projeto de pesquisa tem como objetivo estudar os aspectos histopatológicos e moleculares de diversas lesões que acometem a região oral e maxilofacial, de diversas origens dentro dos tecidos que compõem essa região, a saber, neoplasias epiteliais, neoplasias originárias de glândula salivar, neoplasias odontogênicas, lesões potencialmente malignas, lesões reativas, entre outras, buscando conhecer os mecanismos de desenvolvimento das doenças com vistas a aprimorar o diagnóstico e tratamento. Para tanto são utilizadas técnicas de histoquímica, imuno-histoquímica e biologia molecular.
Responsável: Suzana Cantanhede Orsini Machado de Sousa (docente)

Projeto 2: Impacto das doenças sistêmicas congênitas e adquiridas na saúde bucal
Descrição: O objetivo principal deste projeto de pesquisa é aprofundar o conhecimento dos temas médicos em relação às doenças ou condições sistêmicas que tenham impacto na saúde bucal ou no tratamento odontológico de pacientes, bem como reconhecer o impacto das condições orais na saúde geral do indivíduo. As pesquisas desenvolvidas objetivam atingir pontos como epidemiologia, etiopatogenia, diagnóstico e tratamento de manifestações bucais de doenças sistêmicas crônicas adquiridas, desenvolver formas de manejo odontológico (ambulatorial e hospitalar) de pacientes com condições médicas peculiares tais como diabetes, insuficiência renal, transplante de órgãos, tratamento radioterápico e identificar as alterações buco-faciais presentes em pacientes com doenças congênitas. A principal característica deste projeto é utilizar-se da odontologia baseada em evidências para conduzir estudos translacionais, que aceleram a troca bidirecional entre ciência básica e clínica para ambientes aplicados envolvendo pacientes e populações.
Responsável: Marina Helena Cury Gallottini (docente)

Projeto 3: Mecanismos de reparo em lesões inflamatórias e neoplásicas
Descrição: O objetivo deste projeto é abordar, de forma crítica e aprofundada, os principais mecanismos de reparo em lesões inflamatórias e neoplásicas, com ênfase principalmente na mucosa bucal e nos ossos gnáticos. Incluem-se nesse projeto pesquisas voltadas ao estudo dos eventos moleculares de processos inflamatórios e neoplásicos diretamente ligados a mecanismos de reparo, incluindo vias de sinalização que remetem a resistência tumoral. O projeto caracteriza-se por incluir metodologias de análise experimental laboratorial e clínica, envolvendo situações em que há comprometimento do processo de reparo dos tecidos bucais, seja derivado de fatores locais ou sistêmicos. Os estudos são direcionados à análise do fenômeno inflamatório e reparativo em si diante desses fatores, bem como à investigação da eficácia/eficiências de novas terapêuticas, incluindo biomateriais, células-tronco e fototerapia.
Responsável: Luciana Corrêa (docente)

Projeto 4: Estudo dos Mecanismos Moleculares e Celulares da Carcinogênese
Descrição: O objetivo desse projeto é estudar os mecanismos celulares e moleculares envolvidos com a carcinogênese, manutenção e progressão dos tumores malignos e benignos da região buco-maxilo-facial. Para tanto são utilizadas diferentes metodologias para estudo desses mecanismos, incluindo técnicas “in vitro”, principalmente com linhagens celulares, e “in vivo”, em modelo animal. Materiais biológicos provenientes de pacientes (tecido fresco ou parafinado, sangue e saliva) são frequentemente utilizados, principalmente porque esse projeto também tem por objetivo encontrar marcadores moleculares de diagnóstico, de previsão de resposta a tratamento, de sobrevida, assim como moléculas que possam servir como alvo terapêutico.
Responsável: Fabio Daumas Nunes (docente)

Projeto 5: Biomarcadores imunohistoquímicos e moleculares em lesões do complexo maxillofacial
Descrição: Este projeto de pesquisa tem por objetivo o estudo de biomarcadores (proteicos, genéticos, epigenéticos, microbiológicos e inflamatórios) em condições patológicas do complexo maxilofacial, buscando a existência de potenciais marcadores diagnósticos e prognósticos. Busca-se o estabelecimento de um perfil de expressão desses marcadores e sua possível associação com características clínicas, imaginológicas e histopatológicas apresentadas por essas lesões. As principais entidades patológicas estudadas no projeto são: tumores odontogênicos, lesões periapicais inflamatórias, pulpites,  leucoplasias, carcinomas epidermoides de boca e orofaringe, doença periodontal em pacientes sistemicamente comprometidos e mucosite induzida por radioterapia e quimioterapia em pacientes oncológico.
Responsável: Paulo Henrique Braz da Silva (docente)

Projeto 6: Estudos clínico-patológicos dos processos reparativos e das doenças do complexo oral e maxilofacial
Descrição: A abrangente área das patologias do complexo oral e maxilofacial é abordada por este projeto, que engloba estudos morfológicos e moleculares em neoplasias, desordens potencialmente malignas, lesões reativas e císticas de origens variadas e que acometem a região. O principal objetivo é desvendar os mecanismos de reparação e do desenvolvimento das doenças, relacionando dados clínicos aos aspectos celulares e moleculares. Outro aspecto deste projeto visa a avaliação das células-tronco do câncer, tanto na iniciação e progressão de neoplasias quanto na resistência aos tratamentos atualmente empregados em oncologia. As metodologias utilizadas são múltiplas, envolvendo técnicas de biologia celular, molecular e modelos animais.
Responsável: Marilia Trierveiler Martins (docente)

Projeto 7: Avaliação de afecções dos maxilares por meio da tomografia computadorizada por feixe cônico
Descrição: A tomografia computadorizada por feixe cônico (TCFC) é um método que tem apresentado melhores resultados em relação a radiografia convencional no diagnóstico de afecções dos maxilares. O presente projeto tem como objetivo estudar a precisão e acurácia da TCFC para diversas lesões do complexo maxilo-facial. Para isto inúmeros protocolos de aquisição e pós-processamento de imagens serão estudados com objetivo de determinar qual o melhor sistema para o diagnóstico por imagem das lesões
Responsável: Marcelo de Gusmão Paraíso Cavalcanti (docente)

Projeto 8: Manifestações bucais e tratamento de pacientes portadores de doenças sistêmicas
Descrição: O objetivo principal deste projeto de pesquisa é aprofundar o conhecimento das manifestações bucais e tratamento odontológico de pacientes com algumas doenças sistêmicas.  As pesquisas desenvolvidas objetivam atingir pontos como epidemiologia, etiopatogenia, diagnóstico e tratamento de manifestações bucais de doenças sistêmicas crônicas adquiridas, desenvolver formas de manejo odontológico (ambulatorial e hospitalar) de pacientes com condições médicas tais como as hepatopatias, distúrbios de coagulação, infecção pelo HIV e pelo HTLV.
Responsável: Karem López Ortega (docente)

Projeto 9: Carcinogênese
Descrição: O objetivo desse projeto é estudar os mecanismos celulares envolvidos com a carcinogênese, principalmente no que diz respeito às principais vias de sinalização. Para tanto são utilizadas diferentes metodologias para estudo desses mecanismos, com especial ênfase em técnicas “in vitro”, principalmente com linhagens celulares. Dentro deste conceito, são estudadas diferentes drogas com potencial ação de supressão da proliferação levando a célula neoplásica à apoptose.
Responsável: Décio dos Santos Pinto Júnior (docente)

Etiopatogênese, diagnóstico e terapêutica das doenças periodontais

Esta linha de pesquisa tem como objetivo avaliar a eficácia de diversas modalidades terapêuticas periodontais e a associação de parâmetros clínicos, imunológicos e microbiológicos com a etiologia, patogênese e diagnóstico das doenças periodontais, bem como sua associação com a saúde sistêmica. 

Essa linha de pesquisa refere-se a área de Periodontia e possui os seguintes projetos:

Projeto 1: Etiopatogenia da Doença Periodontal
Descrição: Existe uma evidência considerável de que as doenças periodontais são iniciadas por micro-organismos que colonizam os dentes e tecidos periodontais adjacentes. No entanto, a destruição periodontal é resultante da resposta imuno-inflamatória do hospedeiro frente à presença de periodontopatógenos. O objetivo deste projeto é avaliar os fatores microbiológicos e mecanismos imunológicos associados com a destruição periodontal, bem como elucidar o papel de fatores determinantes e modificadores da resposta do hospedeiro (fatores sistêmicos e ambientais) no processo inflamatório periodontal.
Responsável: Marinella Holzhausen Caldeira (docente)

Projeto 2: Fatores de Risco da Doença Periodontal
Descrição: A associação entre doenças sistêmicas e doenças periodontais tem sido investigada há décadas. No entanto, outros fatores sistêmicos têm emergido recentemente como possíveis fatores de risco para a doença periodontal. Ademais, falta informação na literatura a respeito do efeito do controle de determinados fatores de risco, tais como tabagismo, sobre à resposta ao tratamento periodontal. Portanto, esse projeto terá como objetivo investigar a associação de hábitos e condições sistêmicas com a doença periodontal, bem como o efeito do tratamento periodontal em pacientes com doenças sistêmicas, e o efeito do controle de fatores sistêmicos sobre a condição periodontal. Serão avaliados o efeito do tratamento de diabetes, cessação de tabagismo, e de tratamento de pacientes transplantados renais e hepatopatas sobre os parâmetros periodontais
Responsável: Cláudio Mendes Pannuti (docente)

Projeto 3: Terapia Reconstrutiva em Implantodontia
Descrição: A reabsorção óssea do processo alveolar pode limitar a instalação de implantes e ter impacto na estética e qualidade de vida do paciente. Assim, o presente projeto investigará técnicas e biomateriais para a preservação do processo alveolar, bem como o efeito de terapias reconstrutivas na área do rebordo, visando a instalação de implantes.
Responsável: Giuseppe Alexandre Romito (docente)

Projeto 4: Terapias Avançadas em Periodontia
Descrição: A engenharia de tecidos e as terapias baseadas em células emergiram como novas abordagens terapêuticas para promover a regeneração de forma mais previsível e expandir os limites terapêuticos da terapia regenerativa para uma ampla variedade de defeitos. O presente projeto investiga o comportamento biológico e o potencial regenerativo de células mesenquimais, visando projetar futuras alternativas terapêuticas avançadas na resolução da doença periodontal e na regeneração dos defeitos periodontais.
Responsável: Cristina Cunha Villar (docente)

Projeto 5: Terapia Cirúrgica Reconstrutiva em Periodontia
Descrição: Terapias periodontais reconstrutivas são utilizadas para promover a recuperação dos tecidos perdidos pelo avanço da doença ou por algum tipo de trauma. Um dos objetivos do presente projeto é avaliar o efeito de técnicas cirúrgicas para o aumento gengival em regiões com retração gengival e pequena faixa de tecido queratinizado. Além disso, o presente projeto investiga efeito de terapias para a regeneração do osso e ligamento periodontal.
Responsável: João Batista César Neto (docente)

Projeto 6: Novas Estratégias para o Controle de doenças associadas ao biofilme oral
Descrição: Esta proposta visa estabelecer fundamentos para o desenvolvimento de novas estratégias para o controle das periodontites e de outras doenças orais associadas ao biofilme. A hipótese a ser testada é de que o equilíbrio na relação microbiota oral-resposta imune, perdido na periodontite, poderia ser recuperado pelo favorecimento da colonização da cavidade oral por bactérias benéficas e pela modulação da resposta imune. Será também testada a hipótese de que micro-organismos probióticos ou seus produtos são capazes de controlar doenças associadas ao biofilme, por apresentar relação antagônica à microbiota patogênica, podendo ser usados como adjuvantes ao tratamento convencional.
Responsável: Marcia Pinto Alves Mayer (docente)

Projeto 7: Tratamento e reabilitação em pacientes com periodontite agressiva
Descrição: A periodontite agressiva é uma doença que leva à grande perda óssea e de inserção. Sua etiologia é complexa e ainda existem grandes perguntas para serem respondidas que diz respeito à etiologia, microbiologia, resposta imunológica, modalidades de tratamento, prognóstico e manutenção desses casos. O presente projeto tem como objetivos avaliar o tratamento e reabilitação desses pacientes, bem como acompanha-los longitudinalmente, avaliando as perdas dentárias e as mudanças sofridas nos parâmetros periodontais.
Responsável: Luciana Saraiva (docente)

Reabilitação oral, maxilofacial e implantes osseointegrados

Essa linha de pesquisa refere-se a área de Reabilitação em Odontologia e possui os seguintes projetos:

Projeto 1: Terapêutica Medicamentosa em Odontologia
Descrição: O objetivo deste projeto é avaliar o efeito de diversos medicamentos anestésicos, analgésicos, antiinflamatórios e antimicrobianos na terapia odontológica. Também será verificada a ação de sistemas de liberação controlada de fármacos, por exemplo, antimicrobianos e anti-inflamatórios aplicados a diversas especialidades odontológicas.
Responsável: Isabel de Freitas Peixoto (docente)

Projeto 2: Tratamento integrado em odontologia
Descrição: O objetivo deste projeto de pesquisa é avaliar o efeito de métodos terapêuticos em diversas especialidades da Odontologia, visando o tratamento integrado do paciente, bem como o tratamento de urgências odontológicas. Serão estudados métodos para o tratamento de alveolite e pulpite, entre outras urgências. Também serão estudadas técnicas de reabilitação com próteses e implantes; o efeito da adição de nanopartículas à superfície de implantes e outros biomateriais e o comportamento de polímeros como dispositivos de liberação de diversas formas terapêuticas medicamentosas.
Responsável: Rodney Garcia Rocha (docente)

Projeto 3: Avaliação do Desempenho de Implantes Extra-Orais, Dentários e de Componentes Protéticos
Descrição: Analisar qualitativamente, por meio de simulações computadorizadas, análise por elementos finitos, por ensaios biomecânicos dos diversos tipos de implante, as distribuições de força sobre os mesmos e seus diversos sistemas implanto suportados bucomaxilofaciais. Além de suas várias geometrias, materiais protéticos e dos implantes. Avaliar o comportamento biomecânico de implantes intra e extraorais na reabilitação de grandes perdas orofaciais.
Responsável: Reinaldo Brito e Dias (docente)

Projeto 4: Odontologia do Esporte e Prevenção de Traumas Orofaciais
Descrição: Estudar a saúde bucal de atletas, suas interações sistêmicas e fisiológicas, riscos, preservação e proservação da condição física ideal. Estudar o comportamento mecânico dos traumas faciais, os possíveis meios de proteção e os materiais utilizados na confecção de protetores orofaciais.
Responsável: Neide Pena Coto (docente)

Projeto 5: Reabilitação Protética Orofacial e Condições de Saúde em Pacientes com Anomalias de Desenvolvimento ou Adquiridas
Descrição: Este projeto estuda a prevalência, diagnóstico e tratamento de determinada condições orofaciais em indivíduos que necessitem de cuidados especiais como as submetidas à radioterapia de cabeça e pescoço, portadores de fendas labiais e/ou palatinas, fratura de ossos da face e dentes, bem como reabilitação protética bucomaxilofacial.
Responsável: Beatriz Silva Câmara Matos (docente)

Projeto 6: Procedimentos Clínicos e Comportamento dos Materiais Restauradores Protéticos Relacionados aos Implantes, às Próteses Implanto Suportadas e Próteses Dentárias
Descrição: Este projeto tem como objetivo estudar as novas tecnologias e materiais restauradores empregados nas próteses e implantes osseointegrados, bem como avaliar seu alcance na reabilitação estética e funcional do sistema estomatognático, no contexto clínico e laboratorial.
Responsável: Newton Sesma (docente)

Projeto 7: Avaliação das estruturas do sistema estomatognático relativo ao comportamento das Articulações Têmporo Mandibulares, mediante terapêuticas instituídas e a influência sobre o balanceamento postural do individuo, quando da presença de implantes, considerando sobre estes, aplicabilidade do sistema CAD/CAM.
Descrição: O projeto visa investigar o comportamento e aplicabilidade de dispositivos que possam detectar e/ou restabelecer sinais e sintomas das articulações têmporo mandibulares e a sua relação com o equilíbrio, empregando diferentes tipos de materiais, em indivíduos portadores ou não de implantes ósseo integrados, estes planejados e implantados sob a tecnologia CAD/CAM. Também o projeto se propõe avaliar a qualidade de sua implantação de acordo com o tratamento de sua superfície e nível de osseointegação e a integridade dos tecidos perimplantares.
Responsável: Dalva Cruz Laganá (docente)

Projeto 8: Tecnologias Digitais Aplicadas à Prótese Dentária e Implantodontia
Descrição: O objetivo desse projeto é analisar a exatidão de materiais e técnicas aplicados ao sistema CAD–CAM, assim como o seu emprego nas áreas de Prótese dentária e Implantodontia.
Responsável: Pedro Tortamano Neto (docente)

 

 

 

Skip to content