Histórico

O SDO teve sua origem na Biblioteca da antiga Escola de Pharmácia, Odontologia e Obstetrícia, que foi anexada à Universidade de São Paulo, quando de sua fundação em 1934, com o nome de Faculdade de Farmácia e Odontologia.

A partir de 1962, com o desmembramento das duas Faculdades, a Biblioteca recebeu o nome de Seção de Documentação Odontológica. Por manter recursos técnicos e bibliográficos considerados essenciais dentro da literatura odontológica, estendeu seus serviços às demais bibliotecas brasileiras na especialidade, constituindo-se automaticamente num Centro Nacional de Informação em Odontologia.

A partir de 1985, passou a designar-se Serviço de Documentação Odontológica. Em 1990, por Convênio BIREME/USP, passou a ser Centro Cooperante a nível nacional na área de Ciências da Saúde da “Rede Latino-Americana e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde/BIREME/OPAS/OMS”.

Em razão de apoio financeiro (a partir de projeto aprovado em 1991) da W. K. Kellogg Foundation, o S.D.O. incrementou suas atividades (principalmente em relação à automação dos serviços de infra-estrutura e de intercâmbio com as bibliotecas de Odontologia do país), para garantir atendimento mais ágil e constante aos pesquisadores da área de Ciências da Saúde Oral.

Para tanto, tornou-se em 1992, Centro Coordenador da “Sub-Rede Nacional de Informação na Área de Ciências da Saúde Oral”, composto por 20 bibliotecas de Odontologia do país, aperfeiçoando a publicação da “Bibliografia Brasileira de Odontologia”, editada desde 1970 e colaborando com a Base de Dados LILACS/BIREME. Coopera, ainda, com o Banco de Dados Bibliográficos da USP-DEDALUS e com o Catálogo Coletivo Nacional de Periódicos/IBICT. (KRZYZANOWSKI, 1994).

Como atividades desenvolvidas para o atendimento ao cliente destacam-se, principalmente:

  • empréstimo e consulta
  • assistência ao usuário
  • realização de levantamentos bibliográficos automatizados
  • normalização de referências bibliográficas e trabalhos científicos
  • empréstimo domiciliar e entre bibliotecas
  • reprodução de documentos
  • comutação bibliográfica
  • memória científica do corpo docente
  • empréstimo de equipamentos áudio-visuais para a comunidade FOUSP
  • aulas teórica-práticas de metodologia da pesquisa científica
  • treinamento formal de acesso às bases de dados
  • editoração eletrônica para a impressão de trabalhos científicos
  • serviços gráficos para a comunidade FOUSP (impressão, encadernação, etc)
  • oficina de conservação
  • preservação e restauração de material bibliográfico

Compartilhe
Desenvolvido por USP Mídias Online
SDO – Serviço de Documentação Odontológica